“Só temos uma forma de alterar isto, que é trabalhar” – Eurico Couto, treinador do Beira-Mar após derrota em Gondomar

306
Beira-Mar (Foto partilhada pelo Facebook do SC Beira-Mar).
Dreamweb 728×90 – Video I

O Beira-Mar continua a perder pontos em ‘catadupa’ numa época ‘sonhada’ para lugares cimeiros em que se vê, nesta altura, a equipa em posições ‘perigosas’ fazendo lembrar temporadas que acabaram em ‘pesadelo’. Depois da derrota em Gondomar (3-2), segue-se a receção a um Florgrade (‘carrasco’ da Taça de Portugal) que ‘luta’ pela manutenção.

Artigo relacionado

Futebol / CdP: Gondomar venceu Beira-Mar após ‘cambalhota’ (3-2)

Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o jornal online NotíciasdeAveiro.pt gratuito.

Em Gondomar, os aveirenses colocaram-se na frente do marcador mas depois enfrentaram “dois momentos muito complicados”, como notou o treinador aurinegro, que foi sofrer o golo do empate 2-2 no final da primeira parte e ver o adversário ‘dar a volta’ no arranque da segunda. Se a decisão da grande penalidade ainda pode merecer concordância, o primeiro golo dos locais deveria ter sido anulado, por acontecer num “fora de jogo muito grande”, segundo disse Eurico Couto nas declarações prestadas à Rádio Terranova após o ‘apito final’.

Os locais entraram na segunda parte “com uma força mental maior” e fez o 3-2. O treinador do Beira-Mar ficou agradado com a reação da sua equipa a ‘correr atrás do prejuízo’, mesmo que correndo riscos de sofrer golos.

O esforço não teve resultado, adiando para a próxima partida novo oportunidade de somar os desejados três pontos. “Só temos uma forma de alterar isto, que é trabalhar diariamente, focados, ninguém vai fazer nada por nós”, referiu, mais um “adversário difícil em circunstâncias desfavoráveis” em que um resultado positivo poderá ajudar muito a afastar as ‘nuvens cinzentas’ que pairam em Aveiro.

Discurso direto

“Nós olhamos sempre para cima, mais lugar, menos lugar. Os jogos são para serem disputados até ao fim. Esta equipa deixou de olhar para cima cedo de mais, isso teve uma repercussão extremamente negativa. Nunca tiveram em condições de olhar para cima, tirando as primeiras jornadas. Isso, penso, desfocou a equipa em demasia. Vamos trabalhar para os três pontos, porque o grupo merece e precisamos deles também” – Eurico Couto, treinador do SC Beira-Mar.

Siga o canal NotíciasdeAveiro.pt no WhatsApp.

Publicidade e serviços

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais no jornal online NotíciasdeAveiro.pt, assim como requisitar outros serviços. Consultar informação para incluir publicidade online.