Sever do Vouga: William Shakespeare em “Quedas D’Água D’Amor”

972
Quedas D’Água D’Amor”.

Nos dias 25 e 26 de maio, 17 severenses sobem ao palco do Centro das Artes e do Espetáculo de Sever do Vouga (CAESV) para interpretar William Shakespeare em “Quedas D’Água D’Amor”, uma encomenda da Câmara Municipal.

Têm entre os 16 e 76 anos e vêm de vários pontos do concelho. Uns estudam e outros estão reformados. O que os une? O gosto pelo teatro e o desafio de poder contribuir para um projeto cultural feito para a comunidade.

Entre os que têm uma vocação natural para a interpretação, há quem não veja em si grande talento para o ofício. Nada disso importa, como explica a encenadora Joana Figueira. “A aprendizagem que vivemos e o crescimento que sentimos revela a importância do projeto, na medida em que envolve a comunidade num processo de reconhecimento e intervenção, tanto individual, como coletivo. Ao valorizar o exercício de uma população mais ativa, ocupamos um lugar vazio e damos forma a diferentes dimensões artísticas, sociais e educacionais”, explica.

Nos dias 25 (21:30) e 26 de maio (15:00), o público vai sentir a magia e o romantismo das quedas d’água de um dos locais mais oníricos de Sever do Vouga, a Cascata da Cabreia, em Silva Escura, e conhecer as personagens Titânia e Pavão, os patronos das fadas e dos faunos, bem como os (des)encontros amorosos, partidas e verdadeiras paixões dos amantes que se inundam com as “Quedas D’Água D’Amor”.

Os bilhetes, no valor de 5 euros, estão à venda nos balcões do município.

Publicidade, Serviços & Donativos