Visita comentada pela exposição ‘R2/Fabrico Suspenso: Itinerários de Trabalho’

621
Exposição ‘R2/Fabrico Suspenso: Itinerários de Trabalho’.
Dreamweb 728×90 – Video I

O trabalho gráfico desenvolvido pelo estúdio de design R2, criado em 1995 por Artur Rebelo e Lizá Ramalho, está no centro de umaexposição patente no Centro de arte Oliva (CAO), em S. João da Madeira.

Este sábado, 25 de janeiro, com início às 16h00, os dois designers realizam uma visita orientada a esta mostra.

A exposição ‘R2/Fabrico Suspenso: Itinerários de Trabalho’ apresenta a produção independente que têm vindo a desenvolver nos últimos vinte anos, “reveladora de uma obra ímpar que abriu o design a um campo tridimensional e expandido”.

Com curadoria de Paula Pinto e Joaquim Moreno, esta é a primeira exposição nacional dedicada à produção independente dos R2 – Lizá Defossez Ramalho e Artur Rebelo –, estando estruturada em cinco “laboratórios”: Arquivo, Paisagem, Transmissão, Matéria e Produção.

Nesses espaços “descobrem-se processos de experimentação e de percurso e projetos artísticos, gráficos e visuais que têm vindo a ser desenvolvidos ao longo dos últimos anos, todos eles reveladores de uma obra que se cruza com outros campos artísticos como a escultura, a instalação e a arquitetura”.

Tendo sido distinguido com vários prémios internacionais, o estúdio R2, localizado no Porto, é especializado em identidade gráfica, design editorial e design ambiental, tendo-se convertido, como assinala o CAO, “num dos mais reconhecidos nacional e internacionalmente, sobretudo pela natureza experimental, pouco convencional das suas abordagens e produções”.

A visita orientada à exposição “R2/Fabrico Suspenso: Itinerários de Trabalho” é aberta ao público em geral, mediante a aquisição de bilhete de entrada no CAO, que é de 2 euros, para quem não estiver abrangido pela isenção ou descontos previstos no tarifário em vigor e que pode ser consultado online em http://centrodearteoliva.pt/horarios-e-condicoes-de-acesso/​.

Publicidade, Serviços & Donativos