Ribau Esteves prefere nesta altura PSD liderado por Rui Rio

735
Rui Rio em Aveiro na campanha eleitoral para as legislativas.

Ribau Esteves afastou declarar apoio a candidaturas alternativas à liderança do PSD nacional numa fase em que vários protagonistas do partido começam a perfilar-se com a aproximação de momentos internos que podem suscitar mexidas na direção.

Nesta altura, o autarca reeleito para o terceiro mandato na Câmara de Aveiro, considera que o líder em funções deve manter-se à frente dos sociais democratas “Sim, o presidente Rui Rio tem claramente condições para continuar”, declarou numa entrevista à Rádio Observador que, esta semana, a pretexto da ‘Aveiro Tech Week’, encontra-se a transmitir a partir da cidade da Ria.

“Não digo a ninguém avance. A única pessoa que direi é a mim próprio”

Ribau Esteves esclareceu, assim, que não se envolverá em candidaturas para mudar o rumo da liderança, à qual também não descartou ser uma opção.

“Não digo a ninguém avance. A única pessoa que direi é a mim próprio e não avanço, porque acabei de ser eleito, tenho um trabalho na Câmara para começar. Só posso dizer isso a mim, já perguntei a mim e não avanço”, afirmou.

Para o edil, a dois anos de legislativas, “o PSD não se pode meter em aventuras”, mostrando-se “tranquilo” com a “lógica” de Rui Rio, a quem atribui “notas positivas e negativas”.

“O partido tem de ser liderado por quem se disponibiliza a receber a confiança e depois aplicar-se para receber a confiança dos cidadãos. O PSD tem de ter juízo, estamos a dois anos das eleições, precisa de se unir, fortalecer. Seja quem for líder, tem de sair de uma base forte e positiva, não um exercício de flagelação divisionista que vai ter dificuldade adicional para vencer as eleições”, comentou, dando como mau exemplo o que está a acontecer no CDS.

Ribau Esteves considera que o PSD teve “um resultado positivo” nas autárquicas, em “sentido de crescimento”, enquanto o PS, “embora ganhando, tem uma nota negativa porque está em sentido decrescente”, agravado por ter ao lado um Governo “em grave crise, com ministros em guerra pública uns com os outros, com uma dificuldade violenta de consensualizar o orçamento com os parceiros da extrema esquerda”.

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.