Rescaldos de Verão

1647
Ponte praça, Aveiro.
Comercio 780

Estamos lentamente a voltar à realidade da Vida, onde das férias ficam as recordações e do presente um pensamento voltado para o futuro.

Por Ângela Almeida *

Foram meses quentes entre festivais e romarias, praias e campo, muitas foram as diversões encontradas neste Verão escaldante, que relevava para segundo plano problemas, sociais, políticos e económicos do Pais. Afinal estávamos em Férias! E Férias são Férias, amanhã será outro dia! Portugal pode esperar!

Até os nossos Políticos se divertiram entre banhos de água e flores, passeando por um Portugal em festa, que de real pouco tinha!

No nosso Aveiro foram passando Gente de todos os lados, num frenesim de encantar, trazendo à cidade um brilho de luz e cor, nesta cidade que aos poucos está a mudar!

Estamos lentamente a voltar à realidade da Vida, onde das férias ficam as recordações e do presente um pensamento voltado para o futuro! E que futuro? Um futuro que se espreita duvidoso, entre escolhas pessoais e colectivas, onde somos convidados a escolher os melhores, ou os menos maus, para tomarem as rédeas do nosso Portugal à beira mar plantado!

No próximo dia 6 de Outubro, os Portugueses têm a árdua tarefa de escolherem a Assembleia da República e o Governo da Nação que vai comandar Portugal rumo a 2023. Os Aveirenses e os Portugueses em geral farão as suas escolhas! Espero que sejam boas! E que a abstenção não seja vencedora!

Afinal todos devemos contribuir para um País mais equitativo e melhor! Ficar em casa e refugiar-se na não votação não será nem de perto, nem de longe a melhor solução. Sei que não será fácil e o cenário não é o melhor! Mas é o que temos! E embora pessoalmente triste, pois continuo a presenciar estratégias pessoais e não estratégias locais ou nacionais na maioria dos Partidos Políticos existentes, acredito que só com o voto será possível fazer mais e melhor pelo nosso País, pela nossa Terra e pelos nossos Cidadãos.

Aproveitemos este tempo de transição, de rescaldo e com energias recarregadas, para analisarmos serenamente programas e propostas, para que possamos fazer as nossas escolhas de consciência e em consciência.

Afinal Portugal não pode Esperar!

Angela Almeida.

* Presidente da Junta de Freguesia de Esgueira, eleita pela coligação PSD-CDS ([email protected]).

Publicidade, Serviços & Donativos