Requalificação do serviço de urgência do Hospital de Águeda em fase final

1536
Hospital de Águeda.
Dreamweb 728×90 – Video I

As obras de requalificação do serviço de urgência do Hospital Conde de Sucena, em Águeda, estão a ser ultimadas, perspetivando-se a sua inauguração no próximo mês. O anúncio foi feito ontem, na Gala do 11.º aniversário do Centro Hospitalar do Baixo Vouga (CHBV), que encheu o auditório do Centro de Artes de Águeda.

“A construção das coisas é feita de teimosia, de perseverança e sobretudo de não desistir, um querer que tem de se enraizar”, declarou Jorge Almeida, Presidente da Câmara de Águeda, lembrando um processo longo, demorado e exaustivo até se conseguir avançar com esta obra.

A requalificação comportou um investimento total de 1,64 milhões de euros, contando com o apoio de fundos comunitários ao abrigo do programa CENTRO 2020, do próprio CHBV e com um investimento da Câmara de Águeda no valor de 600.850 euros.

Quando se persiste, “a obra nasce”. A intervenção “está, finalmente, quase terminada” e vai dotar o serviço de urgências do Hospital Conde de Sucena de instalações de atendimento de doentes com maior qualidade, para além condições de conforto para doentes e profissionais, para que “façam ainda melhor o muito bem que já faziam”. As condições “são ótimas para intervirmos, seja agora dotado de material humano”, apontou Jorge Almeida.

Para Margarida França, Presidente do Conselho de Administração do CHBV, “as condições onde recebemos os doentes e trabalhamos são importantes e será com sentido de missão finalmente cumprida que iremos inaugurar o espaço requalificado da urgência básica de Águeda no próximo mês”, disse.

Num momento de celebração, de memória pelos 11 anos do CHBV, de homenagens e agradecimento, foram ainda traçadas perspetivas de futuro, que passará pela criação da Unidade Local de Saúde da Região de Aveiro, no que se prevê uma estrutura mais ampla, com uma rede de hospitais mais alargada e com novos serviços prestados às populações.

“Que este seja um tempo de oportunidade para crescermos e fazermos melhor. O grande desafio que temos pela frente é conseguirmos aproveitar o que cada um de nós tem de melhor, nos vários locais e com cada uma das pessoas que trabalham nesta rede, exponenciando, desenvolvendo e capacitando”, declarou Jorge Almeida, acreditando que, desta forma, em conjunto, “Águeda, Aveiro, Estarreja e a Unidade Local que há-de vir”, com todos os concelhos desta região, “seremos melhores servidores públicos”.

Margarida França salienta precisamente esse como o desafio com a criação desta nova estrutura, “a necessidade de melhorar a intervenção nos cuidados e nos serviços, a melhoria do trabalho em equipa, do respeito e profissionalismo entre pares e outros profissionais, a obtenção e retenção de talentos, a confiança e compromisso com a missão da Unidade Local de Saúde”.

Refira-se que a gala de aniversário – com o tema “todas as fases da vida” – contou com uma “mão-cheia” de artistas, recrutados entre os profissionais dos três hospitais que compõem o CHBV e que deram um espetáculo único, genuíno e emotivo.

À semelhança de anos anteriores, neste evento, foram prestadas homenagens a três personalidades, uma de âmbito local (Frederico Cerveira, ex-diretor clínico), outra de âmbito regional (CIRA – Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro) e uma outra de âmbito nacional (Graça Freitas, Diretora-geral da Saúde), bem como foram distinguidos os colaboradores com 36, 37 e 38 anos de serviço.

Câmara de Águeda

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.