Rede de pesca, robalos e berbigão apreendidos na Ria de Aveiro

3447
Imagem da GNR.
Dreamweb 728×90 – Video I

O Subdestacamento de Controlo Costeiro de Aveiro da GNR apreendeu, a 20 de novembro, 400 metros de rede ilegal, 12 quilos de robalos e 25 quilos de berbigão durante uma fiscalização na Ria de Aveiro.

A operação era destinada “ao controlo do cumprimento das normas que regem a captura de pescado fresco e bivalves”.

A GNR encontrou uma rede, sem qualquer identificação, num local proibido com 12 quilos de robalos, tendo sido recolhida juntamente com o pescado.

“Foi elaborado o respetivo auto de contraordenação e o pescado, depois de submetido ao controlo higiossanitário, foi entregue a várias instituições de solidariedade”, refere o comunicado.

Numa outra ação foram detetadas duas embarcações a proceder à captura de bivalves numa zona classificada como interdita, tendo sido aprendidos 25 quilos de berbigão. A Guarda identificou dois homens de 27 e 50 anos , sujeitos a auto de contraordenação.

Os bivalves por ainda se encontrarem vivos foram devolvidos ao seu habitat natural.

A GNR relembra que as zonas interditas permitem o controlo das biotoxinas marinhas, que são compostos químicos produzidos por algumas microalgas que se acumulam nos bivalves quando estes retêm as microalgas tóxicas no seu processo de filtração.

Assim, “existe este controlo de forma a que o consumo dos moluscos bivalves não represente um perigo, sendo que os bivalves que não sejam sujeitos a depuração ou ao controlo higiossanitário, podem colocar em causa a saúde pública devido à possível contaminação com toxinas.”

Publicidade, Serviços & Donativos