Quatro mergulhadores identificados por apanha ilegal de bivalves na Ria

2606
Apreensão de equipamento de mergulho (GNR).
Dreamweb 728×90 – Video I

A Unidade de Controlo Costeiro (UCC) , através do Subdestacamento de Controlo Costeiro de Aveiro, identificou, esta sexta-feira, quatro homens, com idades compreendidas entre os 34 e os 64 anos, e apreendeu diverso equipamento de mergulho, bem como 40 quilos de amêijoa macha, apanhadas na Ria de Aveiro.

“Numa ação de fiscalização levada a cabo com o objetivo de controlar a apanha ilegal de bivalves na Ria de Aveiro, com recurso a meios de respiração autónomos, os militares da Guarda identificaram quatro mergulhadores e elaboraram os respetivos autos de contraordenação por recolherem, sem a necessária autorização, espécies biológicas em zonas proibidas e por não se fazerem acompanhar do respetivo certificado de mergulho”, refere um comunicado, acrescentando que as coimas nestas situações podem ascender a 2.000 euros.

“Os bivalves, por se encontrarem vivos, serão devolvidos ao seu habitat natural”, informa a GNR relembrando que “a captura de bivalves através da pratica de mergulho recreativo é proibida, bem como a sua prática em canais de navegação, portos ou barras ou em zonas proibidas e que interferem na segurança da navegação.”

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.