PSD distrital de Aveiro declara apoio a Montenegro para a presidência do PSD

1252
Luís Montenegro e Emídio Sousa.
Dreamweb 728×90 – Video I

A comissão política distrital do PSD de Aveiro, uma das maiores do país, declarou hoje apoio a Luís Montenegro na ‘corrida’ à presidência da direção nacional.

Segundo um comunicado, aquele orgão distrital aprovou “por unanimidade” apoio ao ex-cabeça-de-lista por Aveiro e antigo líder parlamentar nas eleições diretas agendadas para o próximo dia 28 de maio.

“O percurso de Luís Montenegro, ao serviço do partido e do País, faz dele a personalidade indicada para liderar o PSD e ser candidato a Primeiro-Ministro. A distrital do PSD Aveiro está a seu lado para contribuir com a sua força e a sua forte militância para o levar à liderança do PSD. O partido e Portugal necessitam de alguém com o perfil político de Luís Montenegro”, refere Emídio Sousa, presidente da Distrital, citado na nota de imprensa.

Para o autarca da Feira, trata-se de um candidato que “já deu provas de estar à altura da liderança do PSD, não apenas pelo seu percurso enquanto deputado, mas também pela forma responsável como deixou a atividade partidária, sempre com respeito por quem veio a liderar o partido”.

Emídio Sousa destaca a intervenção de Luís Montenegro “como deputado e o seu contributo decisivo para que, numa época de crise, o país saísse da bancarrota a que os socialistas nos conduziram e, mesmo com a necessidade de executar políticas duras, conduziu o partido à vitória nas eleições legislativas seguintes”.

O líder distrital entende que Luís Montenegro pode assumir “a liderança que se impõe no combate aos desvios do governo socialista”, assim como “uma oposição firme e atenta e de quem esteja em condições de governar a qualquer momento, atenta a possibilidade de a legislatura não chegar ao fim”. Será, também, “alguém capaz de unir o partido, juntando a isso a capacidade de fazer acreditar nos portugueses que há um caminho melhor para as famílias e para as empresas”.

As eleições diretas vão ser disputadas ainda pelo ex-ministro Jorge Moreira da Silva, que apresentou hoje a sua candidatura.

Artigo relacionado

“Na casa do PSD não cabem racistas, xenófobos e populistas”. Moreira da Silva quer renovar partido e afasta diálogo com Chega

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.