PSD de Águeda destaca baixa fiscalidade e apostas das GOP de 2023

530
Paços de Concelho de Águeda.

Na sequência da aprovação da Fiscalidade para 2023 na Assembleia Municipal, o PSD Águeda congratula o Executivo da Câmara Municipal por aplicar as taxas mínimas permitidas por lei, sobretudo no que respeita ao IMI e à componente de IRS que reverte para os municípios.

“Num momento em que as pessoas estão a sentir fortes aumentos do custo de vida e, em alguns casos, uma enorme pressão derivada da subida dos juros, a Câmara está a abdicar de cerca de 5 milhões de euros em impostos que poderia cobrar” – destaca Samuel Caetano Vilela, Presidente do PSD Águeda

Os social-democratas mostram ainda a sua satisfação por a autarquia “ter revisto o valor a partir do qual começa a aplicar taxa de derrama, o que mostra sensibilidade para com dificuldades que que as empresas estão a passar, sobretudo devido ao aumento dos custos com a energia” e expressam grande agrado por “a fiscalidade ter sido aprovada por unanimidade, com os votos favoráveis de todas as forças políticas”.

A este propósito, o líder do PSD Águeda recorda, também, que “2023 será o ano em que será criada a Comunidade de Energia Renovável do Parque Empresarial do Casarão, que no futuro permitirá reduzir custos de produção e tornar as empresas mais competitivas, o que também se espera que venha a ter reflexo no emprego.”

Sobre as Grandes Opções do Plano, já aprovadas em sede de Executivo e que serão apreciadas na próxima Assembleia Municipal, o PSD Águeda sublinha que está em causa o maior Orçamento alguma vez apresentado no município, totalizando cerca de 61 milhões de euros.

Samuel Caetano Vilela considera que “Águeda abdica de receitas de impostos, por isso só com uma grande capacidade de captação de fundos comunitários é possível apresentar um Orçamento desta dimensão, onde se refletem projetos importantes e necessários, que serão financiados através do quadro comunitário que está a terminar, mas também do PRR”.

Entre as prioridades expressas nas Grandes Opções do Plano está o reforço dos instrumentos de promoção e desenvolvimento económico e turístico do Concelho, para aumentar a dinâmica empresarial e turística e, cumprindo com as prioridades assumidas durante a campanha eleitoral, o inicio da operacionalização da Estratégia Local de Habitação, através do processo de alteração das Áreas de Reabilitação Urbana e da atribuição de benefícios fiscais e incentivos à regeneração.

PSD de Águeda

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.