PJ/ Fraude com fundos europeus: Aveiro entre as zonas alvo de buscas

1096
Polícia Judiciária.

Aveiro foi uma das zonas do País onde a Polícia Judiciária (PJ) fez hoje ‘buscas’ por suspeitas de crimes de fraude e desvio de fundos europeus, tendo sido constituídos 37 arguidos (21 dos quais pessoas singulares) e os restantes empresas.

A ‘Operação Showroom’, levada a cabo através da Unidade Nacional de Combate à Corrupção, decorreu no âmbito de um inquérito que corre termos no Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP).

A recolha de prova foi feita mediante o cumprimento de 54 mandados de busca, em escritório de advogado, residências e escritórios de diversas sociedades.

Na sequência das diligências, foi apreendida vasta documentação e outros elementos de prova, tendo em vista a sua análise, bem como foram constituídos 37 arguidos, 21 pessoas singulares e 16 pessoas coletivas.

Segundo um comunicado da PJ, as diligências decorreram nas zonas de Aveiro, Beja, Braga, Castelo Branco, Coimbra, Évora, Faro, Guarda, Lisboa, Porto, Portalegre, Santarém e Setúbal.

Estão em causa “factos relacionados com projetos suscetíveis de cofinanciamento pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), através dos apoios diretos à Internacionalização das PME, no âmbito do Portugal 2020, que envolvem incentivos superiores a 3 milhões de euros”.

Existem suspeitas da prática de crimes de fraude na obtenção de Subsídio e fraude fiscal qualificada.

Nesta operação, participaram um Juiz de Instrução Criminal e seis Procuradores da República, cerca de duas centenas de investigadores e peritos da PJ, bem como elementos do Núcleo de Assessoria Técnica da Procuradoria Geral da República (PGR).

A PJ finaliza a nota de imprensa referindo que “a investigação prosseguirá os seus termos para apuramento integral da matéria indiciada”.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.