Proprietários voltam a poder concorrer a apoios para manter Ovar como ‘Cidade do Azulejo’

543
Azulejaria, Ovar.
Comercio 780

A Câmara de Ovar volta a abrir durante 2024 candidaturas a Programa de Apoio à Recuperação de Fachadas do Centro Histórico de Ovar.

Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o jornal online NotíciasdeAveiro.pt gratuito.

Uma medida lançada em 2017 que tem apoiado proprietários locais a salvaguardar a “cidade do Azulejo” como Ovar é conhecida. Neste âmbito, a autarquia já apoiou a recuperação de 39 edifícios, “contribuindo para a preservação da sua identidade histórica e cultural”.

Segundo um comunicado hoje divulgado, “a iniciativa continua em curso, com mais 41 projetos em execução, num investimento total de 307.729 euros”. O incentivo financeiro pode chegar aos cinco mil euros por imóvel.

O valor patrimonial do edifício, o estado de conservação da fachada, o impacto na imagem de conjunto e da envolvente urbana, assim como a relevância da obra proposta são os critérios analisados em sede de apreciação de candidatura.

Apoios

» Até mil euros, será concedido um apoio financeiro de 100%. Ao remanescente, acima de mil euros, o apoio financeiro será de 50%. Em situações excecionais e devidamente justificadas, aos imóveis com fachadas azulejadas de valor patrimonial muito relevante, poderá ser concedido um apoio financeiro até 100%, após análise e fundamentada do ACRA – Atelier de Conservação e Restauro do Azulejo, um serviço da Câmara Municipal de Ovar;

» É, ainda, concedida a isenção do pagamento de taxas e licenças para a execução das obras financiadas, nos termos do Regulamento Municipal de Urbanização e Edificação;

» A medida disponibiliza, também, acompanhamento técnico, por parte do ACRA.

Discurso direto

“Com a recuperação de inúmeras fachadas estamos a tornar a cidade de Ovar ainda mais bonita e identitária. De facto, cerca de 80% das casas intervencionadas têm fachadas azulejadas, o que é também um indicador muito positivo, uma vez que significa que estamos a preservar e a potenciar esta marca incontornável do território, com elevado potencial cultural, lúdico-pedagógico, académico e turístico. Estamos certos de que esta reabilitação urbana, resultante das 80 candidaturas ao programa, vem contribuir para melhorar significativamente as condições de atração turística, de incentivo à instalação da população e de novas atividades económicas” – Domingos Silva, presidente da Câmara Municipal.

Siga o canal NotíciasdeAveiro.pt no WhatsApp.

Publicidade e serviços

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais no jornal online NotíciasdeAveiro.pt, assim como requisitar outros serviços. Consultar informação para incluir publicidade online.