Parque verde de Albergaria motiva acusações partidárias cruzadas

1493
Albergaria-a-Velha (centro).
Smartfire 728×90 – 1

O PSD de Albergaria-A-Velha diz que está a agir em “contexto positivo de construção” ao colocar na “agenda” local o projeto de criar um “parque verde da cidade”, apresentando uma proposta na Assembleia Municipal.

“Defendemos como localização preferencial a zona das escolas, da piscina e do pavilhão, da ETAR até à antiga fábrica Alba/Continente”, explicam os sociais democratas em comunicado.

Perante o voto contra da bancada do CDS, que suporta a maioria camarária, o PSD garante que “o povo reagiu com estupefação”.

“Com tudo isto, o CDS está nervoso, preocupado e desorientado. Decidiu pois brindar-nos com arrogância, prepotência, recorrendo ao insulto gratuito, acusações infundadas e montar uma manobra de diversão para nos distrair do essencial”, critica o PSD que mantém o “foco” na “construção” do parque “e participação com todos”.

Os sociais democratas desafiaram o CDS a explicar se o executivo vai construir o parque verde que dotou “apenas” com mil euros no seu orçamento.

“É claro que quem aumenta a divida em um milhão de euros em dois anos, depois tem dificuldade em fazer obra. Não dá para ter sol na eira e chuva no nabal…”, conclui o PSD.

CDS reage ao PSD

Em resposta, a concelhia do CDS garante que a criação do parque verde da cidade é uma das propostas eleitorais do partido apresentada nas últimas eleições.

Os populares acusam o PSD de “apenas” escrever “meias verdades” e não apresenta todos os fatos debatidos na AM, “o que demonstra má-fé e desonestidade” além de “aproveitamento político de uma situação que não corresponde à verdade”, pois dá a entender no seu comunicado que foi rejeitado pelo CDS-PP e pelo PS a criação do parque da cidade, “o que é mentira”.

“O que foi rejeitado pelo CDS-PP e pelo PS” foi a localização proposta pelo PSD para a construção do parque verde da cidade, que iria desde a zona desportiva, definida pela área entre o pavilhão gimnodesportivo, piscina municipal, escola básica de Albergaria e ETAR, até às instalações da antiga fábrica Alba.

Aquando da revisão do Plano Diretor Municipal (PDM) em 2014, foi definida a localização do parque da cidade numa zona entre a Rua 1.º de Dezembro e a Rua do Reguinho, que contou com a aprovação do CDS-PP e do PS e com a abstenção do PPD-PSD.

O CDS-PP garante que nestes últimos cinco anos tem aumentado os espaços verdes no Concelho. Prova disso foi a criação do Parque de Lazer de Valmaior, com uma área com mais de dois hectares, o aumento do Parque de Lazer do Estuval, bem como o aumento da Quinta da Boa Vista (Torreão).

Publicidade, Serviços & Donativos