Parceria de I&D entre a Bosch / UA faz nascer protótipos em 2019

1783
Expositor da Bosh, Techdays (Aveiro).

O projecto ‘Smart Green Homes’, uma parceria entre a Bosh e a Universidade de Aveiro, vai apresentar os primeiros resultados concretos até ao final do ano, com a criação de protótipos inovadores de aquecimento de água e ar condicionado.

A parceria de investigação & desenvolvimento (I&D) que envolve a multinacional alemã, com fábricas e centros de investigação na região, e a academia aveirense foi lançada há dois anos na presença do Primeiro-Ministro, António Costa.

Um esforço comum tendo em vista “desenvolver soluções integradas de produtos e tecnologias para ambiente doméstico” que permitam elevar “os padrões de conforto, segurança e satisfação de utilização a um novo nível”.

Ao mesmo tempo, espera-se que as tecnologias e equipamentos a criar possam “dar resposta aos problemas de sustentabilidade do planeta, aumentando a eficiência energética e diminuindo as emissões de gases poluentes e o consumo de água.”

“O grande objetivo de 2019 é o inicio da construção de protótipos e inicio da implementação e operação dos vários sistemas propostos”, anunciou Sérgio Salústio, director do consórcio ‘Smart Green Homes’ entrevistado na newsletter do Compete2020.

As equipas de I&D estão empenhadas em aplicar os “diferentes conceitos desenvolvidos e preparados” no arranque do projeto para aplicar em “soluções inteligentes” de aquecimento de água e condicionamento do ar ambiente dotados de elementos de “conectividade e controlo”avançados.

Apoiado pelo Programa Compete2020, o projeto ‘Smart Green Home ‘envolveu um investimento elegível de cerca de 18,8 milhões de euros, correspondendo a um incentivo FEDER de cerca de 11, 7 milhões de euros.