Palacete Visconde de Valdemouro: Comunicado da Câmara de Vagos sobre derrocada

888
Palacete Visconde de Valdemouro (foto no Facebooj de Paulo Grave).
Smartfire 728×90 – 1

Na sequência da derrocada de parte das traseiras do edifício do Palacete Visconde de Valdemouro, no centro da vila de Vagos, ocorrida ontem, pelas 16h00, enquanto se processavam os trabalhos de reabilitação do imóvel, o Município de Vagos vem, através deste comunicado, dar conta de que esta foi uma situação tão adversa quanto imprevista tanto para a empresa responsável pela obra como para a Câmara Municipal de Vagos.

Ainda ontem, ao final da manhã, foi realizada a respetiva monitorização topográfica e as medições geotécnicas, indicando que tudo estava dentro da normalidade no que à estabilidade do edifício diz respeito.

As causas do incidente estão a ser apuradas, estando a equipa técnica da obra a verificar as medidas imediatas de estabilização e consolidação do edifício.

Apesar do sucedido, a Câmara Municipal de Vagos informa que não houve danos físicos para nenhum dos trabalhadores que operam na reabilitação do Palacete Visconde de Valdemouro e que, por medida de precaução, será alargado o perímetro de segurança na frente do imóvel.

Após todas as averiguações serem efetuadas e de as condições de segurança serem garantidas, a obra de requalificação e ampliação irá prosseguir, trabalhando-se no sentido de o Palacete Visconde de Valdemouro ser reconstruído de forma fiel ao seu desenho original e melhorado por forma a constituir-se numa significativa mais-valia para todo o concelho de Vagos.

Câmara de Vagos

Artigo relacionado

Vagos: Ruiu parte do Palacete Visconde de Valdemouro

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.