Ovar: Arranjo da EN109 vai ser aproveitada para requalificação urbana

1110
EN 109, Ovar (Google Maps).
Dreamweb 728×90 – Video I

A Câmara de Ovar vai encarar a requalificação da EN109 como “um projeto estruturante”. Informação dada pelo presidente da edilidade na última Assembleia Municipal.

“Já aprovámos em reunião de Câmara, por unanimidade, o estudo prévio da requalificação integral”, abrangendo, assim, todo o troço que atravessa o concelho, adiantou Salvador Malheiro.

Para fazer face às despesas das empreitadas, da parte da Infraestruturas de Portugal (PIO), Ovar espera “ter acesso” a 4 milhões de euros. Tem em curso, ainda, uma negociação no seio da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA), tendo em vista o Programa Portugal 2030, para encontrar financiamento comunitário.

“Decidimos olhar para a EN109 como um projeto verdadeiramente estruturante para o município no âmbito da requalificação urbana”, explicou o presidente da autarquia vareira.

“Nesse contexto, aprovámos o estudo prévio que aponta para 8 ou 9 milhões de euros. O restante que falta, pretendemos ir buscar aos fundos comunitários”, acrescentou.

A Câmara de Ovar decidiu, entretanto, englobar na obra uma série de requalificações em rotundas (Esmoriz por exemplo) ou passeios (Ponte Nova), mas, também, outras obras “estruturantes” que eram para ser feitas em separado, no caso beneficiando ruas de Esmorix e prolongamento do Restabelecimento 25, em Maceda.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.