O melhor estava guardado para o fim (Beira-Mar 1 – União de Leiria 0)

849
Smartfire 728×90 – 1

Um golo de Cícero, aos 90m, ‘descongelou’ o marcador quando adivinhava-se o nulo na receção do Beira-Mar à União de Leiria, este sábado à noite, a contar para a 18ª jornada do Campeonato de Portugal.

A equipa de Aveiro inicia a segunda volta com o pé direito, colocando fim a um ciclo de quatro jogos sem vitórias, com o mesmo resultado da jornada inaugural.

No final da primeira parte, o saldo do embate entre os dois históricos do futebol português era claramente favorável aos visitantes, que dispuseram de três boas oportunidades para marcar, mais um ou outro lance em que obrigaram a defesa a mostrar serviço.

Miotti foi, até ao intervalo, o melhor dos locais, o que diz muito. Aos 13m ganhou no mano a mano com João Vitor, que fez ‘ponto de mira’ duas vezes seguidas.

Apesar de ter exercido maior domínio, o Beira-Mar passou 45 minutos sem conseguir desatar o nó em que o seu futebol estava emaranhado. Com dificuldade em encontrar espaços, era obrigado a reorganizar e não raro a recuar.

Quando o adversário abria alguma brecha defensiva, o que foi raro, os lances eram muito denunciados ou em cruzamentos de recurso para a pequena área inconsequentes, com o lateral esquerdo Simão a ser muito requisitado na sua estreia (Rodolfo, habitual titular, cumpriu castigo).

A União de Leiria atacava melhor e voltaria a estar perto do golo. Nuno Pereira, ao quarto de hora, rematou junto ao poste. Aos 27m, Denis correu pela área e atirou rasteiro, para mais uma boa defesa de Miotti.

O Beira-Mar precisava do descanso para se reorganizar, o que aconteceu. E regressou também mais determinado e com andamento superior. Algumas desconcentrações não impediram que fosse assumindo o controlo do jogo e mostrar serviço. Dieguinho num remate, após combinação com João Nogueira, deu o primeiro sinal aos 63m.

Yannick Semedo também não receava usar a meia distância e passou a ser mais influente igualmente nas assistências.

Aos 71m, foi preciso o central Laércio ‘dar o corpo ao manifesto’ para desviar um remate de Artur, após cruzamento atrasado de Dieguinho.

A defesa local ia estando à altura das transições rápidas da União de Leiria, mais resignado em ficar-se por conquistar um ponto.

O Beira-Mar continuava a fazer pela vida, embora sem grandes momentos de aperto junto da baliza dos visitantes. Cícero ganhou um lance nas alturas, mas o cabeceamento foi parar às mãos de Fábio.

Seria preciso esperar pelo fim do tempo regulamentar para se acender uma luz. A jogada parecia desenrolar-se como tantas outras em que os locais acabavam por não encontrar passagem, mas Yannick pôs fim à indefinição e arranjou uma linha de passe para a área, onde Cícero ainda teve forças para fazer rotação sobre Laércio e disparar para o fundo da baliza sem dar hipótese de defesa, acabando com o sofrimento dos adeptos aurinegros.

A equipa de Aveiro soma 29 pontos (3º lugar). No outro jogo antecipado para este sábado envolvendo equipas da região, o Recreio de Águeda empatou 1-1 na receção ao União de Santarém.

Resultados e classificação https://www.zerozero.pt/edition.php?id_edicao=135697

Ficha

Beira-Mar:
12 Miotti
20 João Nogueira
3 Edgar
5 Diego Tavares
14 Simão
8 Arcanjo (Rui Sampaio, 82m)
30 Yannick
6 Fábio Vieira (Diogo Tavares, 68m)
7 Artur (c) (Isaac Cissé, 79m)
11 Dieguinho
9 Cícero

Suplentes:
1 Carvalheira
13 Rui Sampaio
17 Diogo Tavares
19 Isaac cissé
26 Luis Breda
27 Boateng
29 Adson

Treinador:
Ricardo Sousa

União de Leiria
12 Fábio
2 João Dias (c)
23 Cunha
3 Laércio
5 Denis
16 Ussa
14 Heli
42 Alex (Anilton, 88m)
9 Onyeca
11 Nuno Pereira (Fabio Cuero, 86m)
24 João Vitor (Renato, 70m)

Suplentes:
1 Filipe Dinis
4 Anilton
21 Renato
29 Nicky
77 Fabio Cuero

Treinador:
Filipe Cândido

Golos: Cícero 1-0 (90m).

Árbitro:
João Afonso (AF Bragança).

Ação disciplinar: nada a assinalar.

Publicidade, Serviços & Donativos