Museu ferroviário de Macinhata vai ter espaço expositivo ampliado

682
Museu ferroviário (Águeda).
Smartfire 728×90 – 1

A Câmara de Águeda formalizou a aquisição de um terreno para beneficiação do museu ferroviário, em Macinhata do Vouga.

Uma parcela que permtirá “ampliar o espaço e criar melhores condições para o material museológico exposto e para os visitantes”, explica a edilidade em comunicado.

O terreno junto ao Museu Ferroviário de Macinhata do Vouga tem uma área superior a 2000m2 e foi adquirido por 40.000 euros.

“A linha do Vale do Vouga, a única linha estreita do país em funcionamento, e o complexo museológico de Macinhata do Vouga, são algo que diferencia Águeda e exemplo disso são os milhares de visitantes anuais que este espaço recebe ao longo de todo o ano, fazendo assim deste museu um dos mais visitados da Região Centro”, lembra a Câmara.

O projeto de intervenção no Museu Ferroviário de Macinhata do Vouga servirá para criar “melhores condições expositivas para o material ferroviário ali existente e para os visitantes.”

“A aposta neste património diferenciador, muito procurado por entusiastas de todo o mundo, é determinante e estratégica. De referir também que o material ferroviário existente no depósito de Sernada do Vouga, assim como o próprio espaço serão também alvo de uma intervenção no futuro”, afirmou o presidente da autarquia, Jorge Almeida, citado em nota de imprensa em que agradece o apoio do proprietário do terreno e da Junta local.

Publicidade, Serviços & Donativos