Museu de São Pedro da Palhaça na rede municipal de Oliveira do Bairro com reabertura em vista

1837
Museu de São Pedro da Palhaça, em Oliviera do Bairro.

A Rede de Museus de Oliveira do Bairro passou a incluir o Museu de São Pedro da Palhaça, onde existe um importante conjunto de arte sacra, anunciou a Câmara local, adiantando que prepara a reabertura daquele espaço ao público.

O início da colaboração passa pelo “tratamento técnico do espólio existente, sua catalogação e integração na plataforma digital” da rede de museus, que assim ficará disponível para consulta pública online.

Outras áreas de colaboração vão passar pelo controlo e monitorização das condições de conservação do espólio e, por fim, a parceria na logística e apoio para a sua abertura ao público.

O Museu de São Pedro da Palhaça é considerado pela Câmara como “uma instituição de reconhecidos méritos a nível cultural e patrimonial” do concelho de Oliveira do bairro, passando a fazer parte da “missão estratégica de ampliar o oferta cultural museológica”.

Discurso direto

“A integração do Museu de São Pedro da Palhaça na rede municipal de museus é um desejo que finalmente começamos a realizar e que permite à Câmara Municipal colaborar na criação de condições para uma futura abertura ao público desse equipamento, que é privado, contribuindo assim para a conservação e partilha desse espólio, de enorme relevo cultural” – Lília Ana Águas, vereadora da Cultura.

Vasto espólio, de enorme relevo cultural e etnográfico

O Museu de São Pedro da Palhaça abriu ao público em maio de 1986, com a sua primeira área de exposição inteiramente dedicada à Arte Sacra. Posteriormente criou novos espaços e inseriu novas áreas, nomeadamente a de etnografia.
Encerrado ao público há alguns anos, tem um vasto espólio, “de enorme relevo cultural e etnográfico”, com destaque para um conjunto significativo de peças de índole religiosa, como paramentaria, esculturas e vários objetos de uso cerimonial, que vão desde o séc. XVII ao séc. XX, onde estão representados escultores como Pedro Serrano e o barrista António Ferreira. Trajes regionais, rendas e bordados, barros e porcelanas, peças de uso agrícola, peças usadas nas várias artes e ofícios (tecelagem, marcenaria, etc.), armaria e outros objetos de uso doméstico, fazem também parte do espólio.
Destaque ainda para publicações, sacras e profanas, do séc. XVIII e XIX, e exemplares de imprensa periódica, que vêm desde o séc. XIX, para além de um núcleo autónomo dedicado a autores e temas bairradinos.

A Rede de Museus de Oliveira do Bairro

A Rede de Museus de Oliveira do Bairro engloba o Museu de Etnomúsica da Bairrada, localizado na vila do Troviscal e dedicado à preservação do património cultural bairradino produzido na área musical, e a Radiolândia – Museu do Rádio, sedeado na vila de Bustos, dedicado à temática do rádio, que alberga um espólio absolutamente único e de reconhecimento internacional. Os dois museus distam entre si cerca de 5 km e podem ser visitados com o mesmo bilhete, adquirido em qualquer um dos dois espaços museológicos.

Publicidade, Serviços & Donativos