Ministra da Agricultura destaca resposta do setor vinícola à Covid-19

548
Feira da Vinha e do Vinho, Anadia.

A ministra da Agricultura aproveitou, ontem, a abertura da Feira da Vinha e do Vinho (FVV) de Anadia, este ano em formato online, para dar conhecer algumas das medidas recentemente publicadas em Diário da República destinadas a mitigar os efeitos da pandemia junto do setor vinícola.

Maria do Céu Albuquerque destacou na sua intervenção por videoconferência os apoios para “destilação de crise” e ajudas ao “armazenamento privado”, sendo que esta última abrange os espumantes de denominação de origem, informa uma nota de imprensa Câmara de Anadia.

A governante deixou “uma mensagem de alento a todos os produtores vitivinícolas da Bairrada”, notando que atividade “soube ajustar-se a esta nova realidade” resultante do Covid-19, “conseguindo levar a toda população os melhores produtos em qualidade e quantidade”.

Maria do Céu Albuquerque mostrou-se confiante que os produtores/engarrafadores “irão ser parte importante na retoma da economia portuguesa”

Em termos de vinho produzido e certificado, no passado, Portugal atingiu os 71 mil hectolitros. Este valor representa um aumento de 26 por cento, em relação a 2018.

A ministra adiantou ainda que, no primeiro trimestre de 2020, a produção de vinho certificado na Bairrada foi 5,3% superior à registada em 2019, no mesmo período. Em 2019, o vinho Bairrada acrescentou quase três milhões de euros à economia da região”.

Já a presidente da Câmara, Teresa Cardoso, sublinhou a capacidade de adaptação da FVV para enfretar uma “nova realidade”, continuando “a dar destaque aos produtores vitivinícolas do concelho e aos vinhos que se produzem”, sem esquecer à gastronomia e à animação cultural das associações”.

A 17ª edição voltou a mostrar “o que de melhor se faz no concelho de Anadia em várias áreas, desde a viticultura, passando pela gastronomia, até à cultura”.

https://www.facebook.com/feiradavinhaedovinhoanadia/

Publicidade, Serviços & Donativos