Menos 71 casos ativos no Baixo Vouga e mais 17 óbitos na última semana

3607
Teste Covid-19.
Smartfire 728×90 – 1

O relatório da autoridade de saúde relativo a 1 de dezembro dava conta de
2.469 casos ativos (menos 71) nos 11 municípios do Agrupamento de Centros de Saúde (ACeS) do Baixo Vouga relativamente ao ponto de situação de 24 de novembro.

Encontravam-se em vigilância ativa 6.086 pessoas, mais 228 (total em vigilância de 10.012, o que dá menos 9).

O total de casos confirmados desde o início da pandemia de Covid-19 era de 8.759, mais 1.210 do que na semana anterior.

A 1 de dezembro existiam 6.122 recuperados, mais 1265.

A Região de Aveiro registava no início desta semana com 167 óbitos (mais 17)

Os concelhos com mais casos ativos continuavam a ser Ovar, agora com 538 (menos 147), seguindo de Aveiro, com 516 (mais 21), e Águeda, onde existiam 374 positivos (mais 28).

Ovar, segundo a autoridade de saúde, contabilizava a 1 de dezembro 56 óbitos (mais 6 numa semana), seguindo-se Aveiro com 39 (mais 4), Ílhavo com 18 (mais 2) e Sever do Vouga com 15 (sem alterações).

Águeda aumentou para 5 os óbitos (mais 3), Anadia registo o sexto caso mortal e a Murtosa o quarto.

PRIO faz doação de camas para cuidados intensivos ao Hospital de Aveiro

A campanhia do setor dos combustíveis PRIO, que tem instalações no Porto de Aveiro, anunciou que irá doar duas camas para terapias intensivas ao Hospital de Aveiro.

Assim, o estabelecimento hospitalar vai passar a contar com 10 camas na Unidade de Cuidados Intensivos destinadas exclusivamente a doentes com Covid-19.

Segundo Margarida França, presidente do Centro Hospitalar do Baixo Vouga, os equipamentos “chegam numa altura crítica em o serviço de medicina intensiva mais do que duplicou a sua capacidade de camas em resposta ao número crescente de doentes com a Covid-19 e a necessitar de cuidados intensivos.”

Em março, a PRIO doou cerca de 10 000 litros de etanol, etanol limpo e glicerina à Lusogel, para a produção de álcool gel. A empresa também contribuiu com a doação de centenas de máscaras, 50 fatos Tyvo de proteção e outro material diverso para serem usados em lares na região de Aveiro.

A PRIO fez ainda outras doações de álcool gel aos centros hospitalares da região e aos Bombeiros Voluntários de Ílhavo.

A companhia apoiou ainda a comunidade aveirense disponibilizando computadores, portáteis e hotspots para que estudantes desfavorecidos pudessem assistir às aulas e estudar online, através das iniciativas StudentKeep, Tech4Covid e Unidos pela Escola.

Publicidade, Serviços & Donativos

Publicidade, Serviços & Donativos