Jovem assume roubo junto a discoteca em Aveiro

3762
Tribunal de Aveiro.

Um rapaz de 17 anos confessou, esta manhã, no Tribunal de Aveiro, a autoria de um roubo de que foram vítimas três adolescentes na madrugada de 22 de setembro do ano passado, junto à discoteca do cais Paraíso, na cidade, ficando sem 101,70 euros que traziam consigo.

O arguido, residente em Aveiro mas atualmente institucionalizado num centro educativo de Coimbra por ordem judicial, atuou com um cúmplice que só identificou no julgamento.

“Estava a viver na rua e precisava de dinheiro. Roubámos e fomos ao Mac comer”, relatou o jovem, admitindo que as vítimas foram intimidadas para entregar o dinheiro após oferecerem resistência ao assalto.

A dupla assaltante começou por pedir um cigarro aos rapazes abordados, um deles conhecido do arguido, depois exigiram dinheiro, ameaçando recorrer a agressões com uma suposta arma branca. “Senão corto-vos a todos” foi a expressão que levou as vítimas a passar as carteiras, uma das quais tinha 100 euros.

O acusado que responde por três roubos assumiu outros furtos e assaltos, um dos quais cometidos com a mãe, atualmente detida, mas garantiu que “não era costume bater” durante as abordagens às vítimas.

“Estou agora no centro educativo, a estudar, foi o melhor que me aconteceu. Quis pedir desculpa aos rapazes, mas eles tinham medo e não consegui. Quando puder, também queria pagar o dinheiro levado”, disse.

Publicidade, Serviços & Donativos