Jomané: de capitão do Aveiro Basket a lenda do poker português

415
Poker.

O poker português levantou voo na última década, atingindo níveis de popularidade sem precedentes.

A expansão do poker online e as regras de licenciamento promulgadas pelo Governo em 2015 contribuíram decisivamente para o crescimento da modalidade em território nacional. No entanto, talvez nenhuma figura tenha sido tão responsável pelo crescimento do poker português como João Manuel Miranda da Silva Nunes, um aveirense que deixou uma carreira no basquetebol para se dedicar ao mundo das cartas.
Um ex-capitão do Aveiro Basket que chegou a representar a seleção nacional de basquetebol por duas ocasiões, João Nunes é conhecido como Jomané e apelidado “pai do poker português.” Hoje, é impossível falar da história do poker em Portugal sem mencionar o seu papel como pioneiro, promotor, e comentador.

Basquetebol.

A carreira no basquetebol

Jomané atuou como base no Esgueira Basket, no Aveiro Basket, e na seleção nacional. Começou a jogar basquetebol mais a sério em 1992, o primeiro ano em que representou o Esgueira Basket. Atuava como base, uma posição cuja função passa por providenciar a primeira linha de defesa e organizar as jogadas ofensivas.

Após seis temporadas ao serviço do Esgueira, Jomané juntou-se à equipa do Aveiro Basket em 1998. Seguiram-se sete anos de dedicação à modalidade, que culminaram na sua chamada à seleção portuguesa de basquetebol. Jomané foi um dos elementos mais importantes do plantel do Aveiro Basket entre 1998 e 2005, ano em que anunciou a sua retirada do desporto.

A sua influência na equipa permitiu-lhe ser eleito capitão. Já o convívio com os colegas norte-americanos ajudou-o a descobrir uma nova paixão: o poker, um jogo de cartas até então desconhecido em Portugal.

O amor pelo poker

Após jogar na Liga Portuguesa de Basquetebol por mais de dez temporadas, Jomané teve a oportunidade de conhecer vários atletas norte-americanos. Nos últimos anos da carreira, por exemplo, partilhou balneário com jogadores como o extremo Mario Porter ou o base Harry Reaves. Foi o convívio com os norte-americanos que o ajudou a descobrir e a desenvolver uma paixão pelo poker.

Numa entrevista concedida ao Diário de Notícias em 2009, Jomané confessou que começou a jogar poker enquanto ainda jogava basquetebol. No início, era apenas uma maneira de passar tempo nas deslocações da equipa ao estrangeiro ou à Madeira. Mas não demorou muito até que Jomané levasse o “bichinho” do poker mais a sério.

Consciente de que o poker tinha espaço para crescer em Portugal, Jomané rapidamente se tornou no maior promotor da modalidade em território nacional.

Lazer.

SIC Radical e o papel como comentador

Com Jomané como comentador, a SIC Radical transmitiu as primeiras competições de poker em Portugal. A maioria dos jovens portugueses ficaram a conhecer o poker através das transmissões televisivas da SIC Radical do final da década de 2000. A estação televisiva foi uma das primeiras a transmitir competições oficiais em direto e a introduzir os portugueses a grandes vultos da modalidade como Doyle Brunson ou Daniel Negreanu. Mas foi a voz de Jomané, na função de comentador, que permitiu a quem assistia aprender sobre os aspetos mais técnicos do jogo.

Jomané não foi apenas o primeiro comentador de poker português—papel que desempenhou não só na SIC Radical como na Eurosport. Foi também o fundador de um dos primeiros sites portugueses exclusivamente dedicados a poker (que se encontra ainda em operação) e o principal promotor de algumas das primeiras competições sérias de poker organizadas em Portugal.

Segundo o Diário de Notícias, Jomané foi mesmo um dos principais responsáveis pela vinda do European Poker Tour (EPT) a Portugal. Terá mesmo viajado a Londres para convencer a organização do potencial do mercado português! Também foi o “mestre de cerimónias” dos primeiros grandes torneios de poker organizados em Vilamoura, onde chegou a conseguir resultados interessantes como jogador.

A influência de Jomané

Como seria o poker português sem Jomané? Diferente, certamente. De todas as personalidades do poker português, este pioneiro aveirense é possivelmente a mais importante. Hoje—e muito graças a Jomané—o poker deixou de ser um jogo estranho e desconhecido para se tornar num dos passatempos favoritos dos portugueses.

Em 2012, Francisco Santos ganhou a primeira bracelete portuguesa na World Series of Poker, abrindo caminho para outros campeões como Tomás Ribeiro (que conquistou a quinta em 2019). Na Internet, são cada vez mais os jovens que se dedicam profissionalmente à modalidade em mesas virtuais de sites de poker online.

A popularidade do poker contribuiu ainda para a promoção de outros tipos de jogos de sorte e azar, desde as slot machines até à roleta. Segundo a Sociedade de Regulação e Inspeção de Jogos (SRIJ), já existem mais de 700.000 portugueses com prática de jogo, o que significa que mais de 7% da população portuguesa já se rendeu aos encantos do poker e outros jogos semelhantes.

Com um futuro ainda mais auspicioso, o poker já se tornou parte indelével da cultura nacional. Inesperadamente, muito do sucesso da modalidade dependeu de um ex-jogador de basquetebol nascido e criado na cidade de Aveiro.

Prémios.

Publicidade, serviços e donativos

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços em NotíciasdeAveiro.pt.

Aceder a plataforma online.

O Notícias de Aveiro tem canais próprios para informação não jornalística como é o caso deste artigo »» ler estatuto editorial.