Jogo online cativa cidadãos para melhorar “gestão ambiental” das cidades

565
Projeto 'ClairCity Skylines'.
Smartfire 728×90 – 1

A Universidade de Aveiro (UA) está a participar no desenvolvimento de uma aplicação ‘mobile’ que permite aos cidadãos participarem na “gestão ambiental” das suas localidades, recomendando medidas.

O jogo online ‘ClairCity Skylines’ é desenvolvido no âmbito do projeto europeu ‘ClairCity – O Papel dos Cidadãos na Redução da Poluição Atmosférica nas Cidades’.

A UA conta com o envolvimento dos concelhos da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA).

“Apesar de um jogo, os dados que resultam da interação dos participantes no ‘ClairCity Skylines’, até março, serão usados pelos investigadores no sentido de identificar cenários que possam fundamentar a gestão autárquica na realidade”, refere Myriam Lopes, coordenadora científica do projeto e investigadora do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM), citada em nota de imprensa.

O projeto tem como objetivo “sensibilizar os cidadãos em relação à poluição atmosférica e às emissões de carbono nas cidades, observando como todos contribuem para o problema e de que forma afeta a saúde dos cidadãos e as suas vidas”, colocando “nas mãos das pessoas o poder de determinarem as melhores soluções a nível local.”

A parceria europeia envolve 16 instituições, nomeadamente, seis entidades autárquicas em seis países diferentes, três universidades, uma agência governamental e entidades multinacionais não governamentais.

O projeto ‘ClairCity’ tem duração de quatro anos, com conclusão prevista para 2020.

Em breve, será lançado um concurso dirigido a alunos dos 13 aos 16 anos, 3º ciclo do ensino básico mobilizando-os para o preenchimento de um questionário online, sobre práticas, consumos e impactes na cidade, em casa e na escola. Após avaliação dos questionários preenchidos, serão escolhidos os premiados.