Intervenção no troço do IC2 em Oliveira de Azeméis

2826
Oliveira de Azeméis.
Dreamweb 728×90 – Video I

A Comissão Política Concelhia do Partido Socialista de Oliveira de Azeméis lamenta o evidente aproveitamento político que o Grupo Parlamentar do PSD faz sobre a necessidade de intervenção no troço do IC2 em Oliveira de Azeméis.

Não podemos deixar de lamentar que, com conhecimento das diligências já em curso, o Grupo Parlamentar do PSD procure trazer a si a responsabilidade pela sua iniciativa, sabendo previamente a resposta à reivindicação que agora faz, como se nada estivesse ainda em curso. De forma clara: o PSD exige intervenções que sabe de antemão estarem planeadas e programadas, para aparecer posteriormente a reclamar os méritos desse trabalho. Concretizemos:

1. Em 22 de Maio de 2020, sexta-feira, a Presidente da Assembleia Municipal de Oliveira de Azeméis envia a todos os seus membros o Ofício RP-RI/2020/676, de 15 de maio de 2020, da Infraestruturas de Portugal.

2. Esse ofício, em resposta à missiva do Sr. Presidente de Câmara de Oliveira de Azeméis, com data de 11 de Fevereiro, esclarece, sem margem para dúvidas, as diligências já realizadas e todas as intervenções planeadas.

3. Em 26 de Maio de 2020, terça-feira, o Grupo Parlamentar do PSD submete um Projeto de Resolução para a intervenção exclusiva no troço de Oliveira de Azeméis.

4. Em 26 de maio de 2020, terça-feira, o Grupo Parlamentar do PSD publica um comunicado onde dá conta da submissão do Projeto de Resolução, exigindo intervenção no troço do IC2 de Oliveira de Azeméis, exatamente aquele cujo plano de intervenção é referido no referido ofício da Infraestruturas de Portugal.

5. A primeira subscritora do Projeto de Resolução, citada no comunicado assinado pelo Grupo Parlamentar do PSD, é membro da Assembleia Municipal de Oliveira de Azeméis.

6. A primeira subscritora recebeu em 22 de maio de 2020, sexta-feira, informação para a qual exigiu solução em 26 de maio de 2020, terça-feira seguinte, quatro dias depois.

7. Ao exigir medidas que sabe estarem já planeadas e das quais tem conhecimento, o Grupo Parlamentar do PSD procura ficar, na opinião pública, como o responsável por medidas já em curso e cuja pertinência técnica deve, como é evidente, ser equacionada pelos especialistas da IP.

Teria sido mais relevante informar os cidadãos do que consta do Ofício RP-RI/2020/676, de 15 de maio de 2020, da Infraestruturas de Portugal, I.P., como agora fazemos. Citamos:

1. Informamos que os trabalhos de limpeza, manutenção e verificação do correto funcionamento de elementos de drenagem […] serão realizados em conjunto com os trabalhos de ceifas de ervas e limpeza da drenagem da EN1, prevendo-se o seu início no trimestre em curso;
2. […] está previsto no Plano de Proximidade da IP a empreitada designada “IC2-Reabilitação entre o km 262+700 e o km 271+100”, de tipologia Grande Reparação, estando em curso a análise de medidas suplementares para reforço da segurança rodoviária neste troço do IC2/EN1 […];
3. […] no âmbito do processo para a implementação de radares de controlo de velocidade, o lanço do IC2 entre o km 264+500 e o km 264+850 está referenciado pela ANSR como um dos locais onde será instalado um equipamento de controlo de excesso de velocidade […].

Sobre qualquer facto referido neste comunicado poderemos fazer prova documental e enviar, a quem o solicite, toda a documentação.

Comissão Política Concelhia do Partido Socialista de Oliveira de Azeméis