Indústria do calçado vai às escolas atrair talentos

909
Imagem CTCP.
Dreamweb 728×90 – Video I

Concelhos do norte do distrito integram o ‘Roteiro do Conhecimento’, que irá percorrer dezenas de escolas numa ‘ação de charme’ da indústria do calçado junto da população estudantil.

Uma iniciativa lançada pela Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes, Artigos de Pele e seus Sucedâneos (APICCAPS) “de modo a preparar as gerações do futuro e atrair uma nova geração de talento.”

A indústria europeia da moda vai necessitar de 500 mil novos colaboradores até 20230, segundo dados Comissão Europeia, afectando, em especial, países como Espanha, França, Itália e Portugal, num diagnóstico comum a outros setores.

Oliveira de Azeméis, Santa Maria da Feira e S. João da Madeira são os concelhos da região onde as escolas “serão alvo de iniciativas pedagógicas”. Numa primeira fase, junto de alunos do 1º ciclo. Depois, com atividades extensivas a alunos do 2º e 3º ciclo.

Três anos para apoiar a transformação da indústria nacional

O ‘Roteiro do Conhecimento’ tem uma duração de três anos, enquadrando-se nas medidas do Plano Estratégico do Cluster do Calçado 2030, “que pretende transformar a indústria de calçado na referência internacional e reforçar as exportações portuguesas, aliando virtuosamente a sofisticação e criatividade com a eficiência produtiva, assente no desenvolvimento tecnológico e na gestão da cadeia internacional de valor, assim garantindo o futuro de uma base produtiva nacional, sustentável e altamente competitiva”.

A APICCAPS espera com a incursão escolar ultrapassar a imagem criada por “um conjunto de estereótipos relacionados com os setores industriais, que importa desmistificar”, contando com o envolvimento das autarquias em zonas de forte concentração do sector no “desenvolvimento da programação pedagógica”.

Necessidade de contratação de colaboradores cada vez mais qualificados

A fileira do calçado em Portugal empregada 40.730 trabalhadores, tendo em 2022 criado 3.259 postos de trabalho (crescimento de 8,7%). “À medida que o setor evolui para novos patamares de exigência, aumenta igualmente a necessidade de contratação de colaboradores cada vez mais qualificados”, considera a associação do sector.

Além do desenvolvimento de iniciativas em ambiente escolar e junto dos centros de formação, serão promovidas ações de rua e uma campanha em ambientes digitais mais próximos dos alunos. P Centro Tecnológico do Calçado irá desenvolvier novas soluções tecnológicas “mais amigáveis e capazes de atrair as gerações do futuro.”

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.