Ílhavo: Mobilidade urbana sustentável

766
Feriado municipal, Ílhavo.

A Câmara Municipal de Ílhavo apresenta dia 5 de julho a nova aposta para promover a mobilidade urbana sustentável, nos Armazéns Gerais, localizados na Gafanha da Aquém. Nesta sessão estarão presentes o Presidente da Câmara Municipal de Ílhavo, João Campolargo, o Vice-presidente, João Diogo Semedo, e o diretor da Prio, Carlos Baptista.

A partir deste mês, a frota da Câmara Municipal de Ílhavo será abastecida com Eco Diesel, cujo biodiesel incorporado é produzido na Fábrica da Prio, no Porto de Aveiro, na Gafanha da Nazaré. Esta é uma aposta na sustentabilidade ambiental e económica, que contribui para a preservação do ambiente e valoriza o investimento empresarial local.

Este Eco Diesel reduz até 18% de gases de efeito de estufa e até 5% do consumo comparativamente com o gasóleo convencional. Totalmente compatível com a tecnologia diesel, este combustível distingue-se do tradicional gasóleo rodoviário pela incorporação de 15% de biodiesel, a partir de processos de reciclagem de matérias-primas residuais, com elevados padrões de qualidade e de acordo com as mais exigentes normas europeias.

Outra mais-valia deste carburante está no facto de a sua utilização não exigir qualquer alteração nos motores dos veículos, significando que as viaturas passam a circular de forma mais sustentável e com menos desperdícios. Ao todo, são 39 viaturas municipais (33 ligeiros e 6 pesados) que irão passar a consumir o combustível PRIO Eco Diesel (B15), no âmbito da parceria da Câmara Municipal de Ílhavo com a Prio Energy.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Ílhavo, João Campolargo, este é mais um importante passo para a promoção da mobilidade urbana sustentável. “Optamos por uma combustão mais limpa e com menos emissões de gases com efeito de estufa, de forma a ser possível avançarmos para uma realidade mais verde, equilibrada e ecológica. O nosso compromisso passa também por fazer uma boa gestão da frota, envolvendo todos os colaboradores do Município”.

Conclui: “Reforçamos, desta forma, o nosso contributo à escala local para as metas de descarbonização para 2030, constantes do Plano Nacional Energia e Clima, e do próprio país em 2050 com o compromisso nacional da neutralidade carbónica”.

Recorde-se que, em outubro de 2022, o Município de Ílhavo foi galardoado, pela primeira vez, com a Bandeira Verde ECOXXI, um símbolo que reconhece as boas práticas realizadas na comunidade com vista a um futuro sustentável.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.