Ílhavo: Boas práticas do ‘Laboratório do Envelhecimento’ merecem prémio internacional

726
Entrega do prémio Grundtving 2022 (vereadora Mariana Ramos, da CMI).
Dreamweb 728×90 – Video I

O ‘Laboratório do Envelhecimento’ de Ílhavo, uma iniciativa municipal, foi galardoado com o prémio internacional Grundtving de 2022, que é atribuído pela Associação Europeia para a Educação de Adultos (EAEA).

O galardão distingue “a investigação, o conhecimento e a criação artística” daquele serviço de apoio a cidadãos em idade sénior, destaca um comunicado municipal.

A edição deste ano do prémio internacional Grundtving de 2022 teve como tema “Aprendizagem e Valores Transformadores”, tendo distinguido Ílhavo (categoria nacional) e o CEIPES – Centro Internazionale per la Promozione dell’Educazione e lo Sviluppo, de Palermo, Itália (categoria transnacional).

O ‘Laboratório do Envelhecimento’ está em atividade desde o início do ano, sendo considerado um “exemplo internacional de boas práticas no ensino informal de adultos, nomeadamente de idosos, através de uma aprendizagem transformadora.”

Convívio intergeracional, “familiarização” com novas tecnologias, criação artística, atividades de estimulação cognitiva, formação de cuidadores e conversas com investigadores foram algumas das atividades reconhecidas pelo júri internacional como “importantes e transformadoras” no ensino de adultos”.

Um projeto inovador e único Portugal, apoiado em parcerias com entidades do universo académico, tecnológico, da saúde e do setor social que “tem como objetivo principal aumentar o conhecimento sobre o envelhecimento”.

A cerimónia de entrega do prémio Grundtving 2022 decorreu, esta segunda-feira, dia 30, em Mechelen, tendo o município de Ílhavo estado presente através da vereadora Mariana Ramos.

Discurso direto

“Ganhar o prémio Grundtving significa, antes de tudo, que o Município de Ílhavo é reconhecido internacionalmente por estar a trabalhar, muito e bem, num desafio societal complexo e exigente que é o envelhecimento. Sabemos que o envelhecimento populacional é uma das maiores transformações sociais deste século, sendo por isso um desafio não só demográfico, mas, sobretudo, de coesão territorial. A aprendizagem transformadora e a educação são prioridades da governação do Município de Ílhavo, pois acreditamos que é, através aprendizagem contínua e significativa e da educação, que conseguimos uma maior inclusão social e uma maior justiça social” – João Campolargo, presidente da Câmara de Ílhavo.

Mais de três dezenas de atividades

» Desde a abertura, o ‘Laboratório do Envelhecimento’ promoveu mais de 30 ações de aprendizagem ao longo da vida, que estão a transformar a vida dos nossos seniores. Diariamente cerca de 100 pessoas, entre seniores, investigadores, técnicos, artistas e estudantes habitam o nosso laboratório”.

O prémio Grundtving

» Desde 2003, a EAEA premeia anualmente projetos de educação de adultos da Europa e de outros países que demonstrem inovação e excelência na aprendizagem e educação de adultos através do “Grundtving Award. O prémio recebeu o nome de Nikolai Frederik Severin Grundtvig (1783–1872), um educador dinamarquês com influência no desenvolvimento da educação não-formal de adultos na Europa e no mundo, que enfatizou o valor intrínseco da aprendizagem, como base para se viver uma vida significativa e agradável.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.