Hotelaria: Recusa de aumento de salários e insistência na retirada de direitos

932
Trabalhadores da Indústria de Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares.

O aumento do custo de vida, a degradação do poder de compra dos trabalhadores, o ataque aos direitos, o agravamento da exploração, são insuportáveis.

Por António Baião *

Em 2022 registou-se a maior subida de preços de bens e serviços dos últimos 30 anos.

O Governo não responde aos problemas estruturais, não regula os preços de bens essenciais, promove a perda de poder de compra dos salários e pensões, mantém a legislação laboral contra os trabalhadores, dá corpo às opções que servem o grande capital.

O patronato recusa o aumento dos salários e insiste na retirada de direitos. Estas são as razões que todos temos para continuar a lutar!

A Direcção do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Hotelaria dá conhecimento de que no dia 9 de Fevereiro, irão ser desenvolvidas duas acções de luta, indignação e protesto de activistas sindicais e trabalhadores em dois sectores específicos: Hospitalização privada com concentração às 10h00 Junto ao Hospital Luz Saúde, onde os trabalhadores(as) irão estar em Greve e, posteriormente, de Hotelaria/ Restauração, que irá decorrer pelas 11h30m junto ao Posto de Turismo e sede da AHRESP entre os Hotéis Moliceiro e o Aveiro Palace, dai faremos também distribuição de documentos aos trabalhadores dos hotéis e restauração.

Com estas acções pretende-se denunciar a situação difícil porque estão a passar os trabalhadores fruto do grave aumento do custo de vida, ao que as empresas apesar dos resultados robustos obtidos por nestes dois sectores de actividade, os salários que as associações patronais estão a propor nas mesas de negociações, são muito baixos e não cobrem sequer o valor da inflação registada em 2022.

* Dirigente do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Hotelaria no Centro do País.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.