Homem que esfaqueou três pessoas numa pastelaria em silêncio no Tribunal

1120
Tribunal de Aveiro.

Um homem de 25 anos que esfaqueou três pessoas, numa pastelaria, na Costa do Valado, Aveiro, em setembro de 2021, remeteu-se ao silêncio, esta segunda-feira, no início do julgamento que está a decorrer no Tribunal de Aveiro.

A defesa do arguido, que responde por crimes de ofensas à integridade física qualificada (3), posse de arma proibida e, ainda, um crime de consumo de estupefaciente, ressalvou que o mesmo possa, mais adiante, prestar declarações sobre os factos de que está acusado. O indivíduo, atualmente desempregado, que já trabalhou como operário fabril, é residente na zona de Águeda.

O tribunal começou por ouvir os ofendidos (um casal e um amigo) que relataram os acontecimentos em causa, sendo que a mulher prestou declarações através de vídeo conferência, numa sala à parte, por se sentir constrangida com a presença próxima do alegado agressor.

Segundo o casal, o arguido, que era visto no lugar por ter uma relação com uma moradora, exibiu uma faca, de forma intimidatória, depois de ter sido chamado à atenção por estar a causar desacatos num café onde decorria uma “festa indiana de aniversário”. A GNR foi chamada a comparecer no local e acalmou os ânimos.

No dia seguinte, quando o casal tomava café numa pastelaria do lugar, o indivíduo terá surgido no local novamente empunhando uma faca e partiu mesmo para agressões. “Tentei defender-me e fui golpeado em várias partes do corpo”, relatou o homem que também terá sido esmurrado e pontapeado.

A esposa e um amigo, que entretanto chegara à pastelaria, também seriam ‘picados’ pelo objeto cortante no meio da confusão. “A GNR veio rapidamente e apanhou-o ainda em flagrante”, contou o homem atingido de forma mais grave (esteve um mês de baixa devido aos sofrimentos). “Desconheço o motivo porque partiu para as agressões, mas deve ter sido por eu ter saído em socorro da minha mulher quando ele reagiu mal no dia anterior”.

A esposa não ficou com dúvidas que foi vingança: “Ele estava a implicar com o aniversariante, aos berros e a partir copos. Simplesmente disse que devia sair e ele empurrou-me para uma mesa”, contou a ofendida, adiantando, ainda que se sentiu “ameaçada” pelo suspeito nos dias seguintes.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.