Homem detido por querer entrar no Casino de Espinho com identidade falsa

863
Agente da PSP.
Dreamweb 728×90 – Video I

Um homem de 40 anos foi detido, ao início da madrugada, em Espinho, por suspeita da prática de um crime de falsificação e de um crime contra a autoridade pública.

“Após comunicação a dar notícia de um cidadão a perturbar o normal funcionamento do Casino de Espinho”, a polícia interveio “no sentido de cessar os comportamentos inadequados apresentados pelo homem”, relata um comunicado.

No local, os polícias foram informados que o suspeito, apesar de se encontrar proibido de aceder ao estabelecimento em causa até agosto do próximo ano, “utilizou uma identificação falsa para lograr a entrada no local, recusando-se a abandonar o mesmo”.

Os agentes interpelaram o indivíduo “esclarecendo a razão pela qual teria de sair” do casino. Mas o mesmo apresentou, desde logo, “uma postura agressiva e pouco colaborante, efetuando diversas tentativas de agressão aos polícias”.

O homem acabou detido por utilizar uma identificação falsa e pelo comportamento demonstrado contra a a autoridade policial.

Após as diligências necessárias, o detido abandonou a Esquadra Policial de Espinho, tendo sido notificado para comparecer no Ministério Público de Espinho hoje à tarde.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.