Greve dos guardas prisionais adia julgamento de roubo ocorrido em Angeja

424
Tribunal de Aveiro.
Dreamweb 728×90 – Video I

O Tribunal de Aveiro adiou, esta manhã, o julgamento de três pessoas acusadas de roubo devido à greve dos guardas prisionais, que impediu a presença do arguido que está em prisão preventiva.

O caso passou-se na madrugada de 6 de novembro de 2021, em Angeja, Albergaria-A-Velha.

As vítimas foram abordadas quando se deslocavam na sua viatura na Estrada Nacional 109, tendo sido forçadas a parar pela viatura dos assaltantes, que quase os abalroou e se atravessou à sua frente, forçando as mesmas a sair e deitar-se na estrada sob a ameaça de arma fogo.

Nessa altura, segundo relato da Polícia Judiciária, foram-lhe subtraídos os cartões MB e coagidos a fornecer o PIN do mesmo, tendo sido efetuados os levantamentos permitidos.

Os detidos, um homem e duas mulheres, têm respetivamente 40, 42 e 44 anos de idade, tendo o elemento masculino já antecedentes por crimes violentos contra pessoas.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.