GNR recebe viatura elétrica

474
GNR (viatura eléctrica).
Dreamweb 728×90 – Video I

A Câmara Municipal de Anadia, juntamente com a Câmara Municipal da Mealhada, entregaram, dia 28 de dezembro, uma viatura elétrica que ficará adstrita à Secção de Prevenção Criminal e Policiamento Comunitário do Destacamento Territorial da GNR de Anadia, onde se encontram inseridos vários programas, nomeadamente “Escola Segura”, “Apoio 65 – Idosos em Segurança” e “Comércio em Segurança”, que servirá os concelhos de Anadia e Mealhada.

A viatura elétrica, a primeira no Comando Territorial de Aveiro, tem autonomia para cerca de 400 kms, teve um custo de cerca de 30 mil euros, repartido pelos dois Municípios, através de um protocolo celebrado, irá substituir a “velhinha” e “gasta” viatura da “Escola Segura” ainda em funcionamento.

No momento da entrega foi também firmado um protocolo tripartido de cedência do veículo para apoio às ações promovidas, no âmbito do Programa Escola Segura. A viatura automóvel será emprestada à GNR a título gratuito, para utilização, pelos seus efetivos, nas missões que desenvolvem nos territórios dos dois concelhos, nomeadamente no apoio aos estabelecimentos escolares.

Na ocasião, o Comandante Territorial, Nelson Couto, agradeceu o apoio dado à GNR pelas entidades municipais, bem como pela sensibilidade que tiveram em dotar de melhores condições os militares afetos a estes serviços de policiamento comunitário. Sublinhou ainda a importância destes serviços, muito necessários e úteis, e que ganham cada vez mais relevância na sociedade.

A presidente da Câmara Municipal de Anadia, Teresa Cardoso, deixou um agradecimento à Câmara da Mealhada, pela colaboração e entendimento nesta iniciativa, considerando que “esta é uma boa forma de rentabilizarmos os recursos”.
A autarca sublinhou ainda que a viatura elétrica é uma “mais-valia”, em termos ambientais e, por outro lado, “torna-se mais económica para a GNR”.

Requalificação do Quartel da GNR

A requalificação do Quartel da GNR de Anadia, sede do Destacamento Territorial, é outro dos anseios dos militares para que haja mais funcionalidade e melhores condições de trabalho, uma vez que as atuais instalações se encontram bastante degradadas.

Com o intuito de resolver esta situação, o Município de Anadia firmou, no passado mês de setembro, um protocolo de colaboração com a Secretaria-Geral da Administração Interna e a Guarda Nacional Republicana com vista à celebração de contrato interadministrativo, para reabilitação e adaptação do imóvel, a fim de dotar aquele organismo de instalações adequadas ao desempenho da missão policial, tendo em vista garantir a segurança e tranquilidade dos munícipes.

Neste momento, encontram-se em elaboração os projetos de especialidade, suportados pela Câmara Municipal de Anadia, tendo por base o programa funcional estabelecido pela GNR. Maria Teresa Cardoso adiantou que os projetos se encontram em bom andamento, prevendo-se que o concurso da empreitada possa ser lançado no decorrer do primeiro trimestre de 2019. As obras terão um prazo de execução de cerca de um ano e serão suportadas pelo Ministério da Administração Interna.

O objetivo da intervenção, para além de dotar o edifício de melhores condições de funcionalidade e comodidade, é também permitir que os profissionais daquela Força de Segurança alcancem maior eficiência no desempenho das suas funções.

Município de Anadia