GNR apreendeu quase uma tonelada de bivalves

415
Porto de pesca costeira, Ílhavo.

A GNR apreendeu 833 quilos de amêijoa macha e 89 quilos de amêijoa-japonesa na freguesia da Gafanha da Encarnação, em Ílhavo.

Uma ação de fiscalização do subdestacamento da Unidade de Controlo Costeiro em que foi identificada uma mulher de 52 anos, representante legal da empresa.

O auto de contraordenação implica uma coima que pode ascender aos 75 mil euros, adianta a Guarda.

A fiscalização decorreu com o objetivo de “controlar o cumprimento das regras de captura e transporte de moluscos bivalves vivos”.

A condutora da viatura abordada pela GNR não se fazia acompanhar dos “documentos sanitários que atestassem a origem dos mesmos, colocando em causa a sua rastreabilidade”.

A captura, depósito e expedição deste tipo de bivalves, sem que sejam sujeitos a depuração ou ao controlo higiossanitário, “pode colocar em causa a saúde pública, caso sejam introduzidas no consumo, devido à possível contaminação com toxinas, sendo o documento comprovativo da origem fundamental para a prevenção da introdução de forma irregular no consumo”, alerta a Guarda.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.