Gasóleo ainda jorrava a meio da tarde no centro de Aveiro

6749

A greve dos motoristas de pesados de matérias perigosas está a esgotar os tanques das gasolineiras na região de Aveiro, à semelhança do que acontece em todo o país.

O gasóleo é o combustível mais em falta na maioria dos postos.

No centro da cidade, o posto de abastecimento automático era a exceção a meio da tarde, apesar de ter uma das duas bombas bloqueada.

A fila de viaturas atravessava a ‘ponte de pau’. Mesmo assim, durante algum tempo ainda valeu a pena esperar.

O problema é que a fonte não era inesgotável, pelo contrário, e acabou mesmo por defraudar muitos automobilistas que tiveram de continuar em busca de alternativa.

Reportagem áudio

Consultar listagem de postos e combustíveis disponíveis

Falta de combustível não é motivo para deixar de assistir ao Beira-Mar

A greve serviu de pretexto a uma campanha do Sport Clube Beira-Mar para levar adeptos ao estádio do Gafanha, casa emprestada para o jogo com o Fiães, está sexta-feira à tarde, a contar para a Taça Distrital. Quem aparecer de bicicleta, tem ingresso gratuito. A direção vai criar um um parque para guardar as ‘duas rodas’ durante a partida.

Artigo relacionado

Combustíveis e serviços mínimos: “Portugal não é só Lisboa e Porto”, diz presidente da Câmara de Aveiro