Garland reforça logística na zona de Aveiro

877
Garland, Aveiro.
Smartfire 728×90 – 1

O Grupo Garland, um dos líderes nacionais em logística, transportes e navegação em Portugal, “está a estudar a possibilidade” de alargar em 10.000 m2 as suas instalações atuais em Aveiro, tendo já adquirido terrenos anexos para o efeito.

“Esta plataforma é de extrema importância estratégica para as operações da Garland já que, além de se encontrar próxima das principais zonas industriais da zona Centro do país, o que permite entregas e recolhas mais rápidas para importadores e exportadores, funciona como um interface entre os nossos Centros Logísticos da Maia e de Cascais”, refere Ricardo Sousa Costa, administrador responsável pela logística citado em nota de imprensa.

A empresa considera que o tecido empresarial da região beneficia da “presença forte de um operador logístico como a Garland”, permitindo “outro tipo de capacidade de resposta a necessidades de crescimento e de melhores níveis de serviço, aumentando assim a sua competitividade num mercado já por si extremamente dinâmico”.

Com 243 anos, o grupo é uma das cinco empresas mais antigas em Portugal. Em Aveiro, beneficia da proximidade também a infraestruturas, como o porto marítimo ou a rede viária, “essenciais ao desenvolvimento da região”.

A Garland Logística movimenta anualmente no centro local cerca de 100.000 paletes por ano, o equivalente a três mil camiões expedidos e recebidos com cargas diversas, desde componentes a artigos de desporto, assim como produtos para construção e químicos não perigosos.

O volume de negócios do grupo em Aveiro, onde atua desde 2007, aumentou 1,5 milhões de euros com o centro logístico adquirido a outra empresa do sector , junto à zona industrial de Taboeira e acesso à A25. Possui 14.000 m2, capacidade para 21.000 paletes e 15 cais desnivelados.

Publicidade, Serviços & Donativos