Futebol distrital: Fermentelos acaba com Beira-Mar invicto (1-0)

536
Imagem Facebook do SC Fermentelos.
Smartfire 728×90 – 1

Ao 12ª jogo, o Beira-Mar conheceu a primeira derrota na zona sul do campeonato Sabseg, na deslocação a Fermentelos, por 1-0, perante um adversário que justificou com empenho e audácia a felicidade que teve em várias momentos chave.

Ficha do jogo em AFA TV ou FPF / AFA.

O desaire no arranque da segunda volta não tem consequências  para os aveirenses na classificação, que lideram com 33 pontos. Mais 10 do que o Águeda, que venceu o LAAC por 2-1.

Já a equipa ‘verde e branca’ de Fermentelos permanece em antepenúltimo, agora com 11 pontos, aproximando-se do Bustelo (13 pontos), que perdeu na Vista Alegre (3-0).

Num embate entre equipas em posições opostas e, necessariamente, objetivos diferentes, a primeira parte esgotou-se sem golos. Apesar do maior assédio dos forasteiros, conquistando sucessivos cantos, as equipas equilibraram-se nas oportunidades de maior perigo.

Com apenas uma alteração (a chamada de Mathieu por troca com Maurício, lesionado), o Beira-Mar tentou quebrar a ‘muralha’ defensiva através de remates. Diogo Tavares, aos 22 minutos, atirou muito por cima.

Logo a seguir, a equipa da casa, a contas com várias baixas por lesão que obrigaram à chamada de juniores para o banco, causou o primeiro calafrio. Cotonete ultrapassou Rafinha e na sequência do cruzamento a bola foi parar nas malhas laterais. Uma fase mais intensa do Fermentelos, que ainda viu Diogo Almeida evitar o golo inaugural graças a uma dupla defesa.

Ao passar a meia hora, o médio Mathieu, assistido por Diogo Tavares, em boa posição de alvejar a baliza, também rematou por alto.

Antes do intervalo, o árbitro ainda anulou um golo aos visitantes, por fora-de-jogo.

Mendonça teve ‘faro de golo’ na hora certa

No regresso do descanso, parecia que o Beira-Mar ia chamar a si o rumo dos acontecimentos (o central Mané chegou na hora certa a evitar ‘estragos’ de um desvio para a baliza de Diogo Tavares).

No entanto, assistiu-se a uma sucessão de lances ofensivos dos ‘Leões’ de Fermentelos. Mendonça ameaçou num remate que Diogo Almeida defendeu. E, à segunda, aos 63 minutos, o mesmo jogador, num cabeceamento, colocou os locais em vantagem.

O treinador Ricardo Maia fez rapidamente alterações no Beira-Mar para dar nova dinâmica ofensiva, mas a equipa da casa não cedia. Cotonete, num cruzamento e num remate, mantinha a defesa visitante ’em sentido’.

Os aurinegros podem queixar-se também de infelicidade quando viram a trave devolver um livre apontado por Ricardo Ferreira. Mas revelaram uma falta de pontaria pouco habitual. João Figueiredo segurou um cabeceamento de João Pinto. E depois, Sacra, em três ocasiões, bem colocado, também não acertou no alvo.

O apito final chegou sem alterações no marcador, com mérito para o Fermentelos de José Alexandre Silva, ex treinador beiramarense, que, após duas derrotas, somou três pontos na fuga aos lugares da cauda da tabela.

Do lado contrário, o Beira-Mar em tarde pouco inspirada na finalização conheceu a sua primeira derrota que procurava adiar ao máximo, terminando um ciclo de 11 vitórias.

Resultados e classicação em AFA TV.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.