Futebol / CdP: Aveirenses sofrem derrota fora dos planos (BM 1 – Rebordosa 3)

740
Beira-Mar - Rebordosa (CdP 231022)

O Beira-Mar sofreu, esta tarde, à quarta jornada do Campeonato de Portugal (série B), na receção inédita ao Rebordosa Atlético Clube, a primeira derrota na prova e na época, que não se pode deixar de considerar inesperada, quer pelo resultado (1-3), quer pela forma como aconteceu (os locais foram para intervalo a ganhar por 1-0 com um golo madrugador).

Mercê da sua vitória em Aveiro, a segunda seguida e a primeira ‘fora de portas’, a formação do concelho de Paredes, que subiu da distrital do Porto na época passada, passou a dividir a liderança com o Leça (ambos 9 pontos), destronando o Beira-Mar e o Salgueiros, que também perdeu (2-1, no terreno do Marítimo B).

Fichas dos jogos, resultados e classificação via FPF.

Com um onze sem alterações relativamente à jornada anterior (goleada em Alpendurada 0-4), a entrada dos aurinegros em busca da primeira vitória caseira (que seria a segunda seguida e a terceira na prova) até foi auspiciosa: Jota, aos 3 minutos, rematou rasteiro para o fundo da baliza (terceiro golo no campeonato), após uma assistência de calcanhar de Marcelo Santiago.

Aos 10 minutos, o guardião Pedro Soares, que já passou pelo Beira-Mar, esteve mais atento ao defender um remate de Vieirinha ‘à queima roupa’.

O Beira-Mar continuava, ainda assim, mais perigoso: num canto da direita, o cabeceamento de rompante do central Diego Tavares saiu junto à trave.

Os visitantes reorganizaram-se após a pressão inicial e foram ensaiando as primeiras incursões pelas alas. Num lance, o central Duarte Soares facilitou, mas Edu Leal não conseguiu dar sequência. Depois, à meia hora, valeu Diogo Almeida negar o golo num remate de Hugo Alves.

‘Banho de bola’, dentro e fora do campo

Nesta altura, a ameaça de chuva consumou-se numa bátega, que a cobertura do estádio foi incapaz de suster como devia por ter buracos por onde caiu água ‘a potes’ sobre os incautos espectadores, em dia abrilhantado com a presença nas bancadas das ‘escolinhas’ do clube da casa para um desfile de apresentação ao intervalo. S. Pedro revelou-se, contudo, condescendente e não voltou a chover com intensidade.

De volta ao jogo, antes do descanso, o Beira-Mar esteve perto, pela segunda vez, de aumentar a vantagem através de um remate rasteiro de Luís Felipe, que foi desviado para canto junto ao poste.

O golo visitante aos 52 minutos foi o primeiro ‘balde de água fria’ a atingir os locais. Numa série de três cantos, o último, da esquerda, confirmou o dito popular. Miguel Silva, de cabeça, repôs a igualdade.

O Beira-Mar quase que não teve reação, permitindo a reviravolta aos 58 minutos com um toque artístico. O lance começa num cruzamento da direita. Hugo Alves é assistido de calcanhar e desvia para o fundo da baliza, dando a melhor sequência ao segundo toque do género do jogo premiado com golo.

Pedro Soares voltou a dar segurança na baliza, desta vez após um remate de Jota, e partiu para uma série de defesas arrojadas, afastando muitas bolas foram sendo despejadas para área.

Feitas mexidas na equipa (Leandro Vieira e Leandro Borges foram os primeiros a entrar em campo), os locais bem pressionaram em busca do mal menor, com várias abordagens ofensivas, mas sem a eficácia desejada.

Quando o Rebordosa já procurava gerir a vantagem, ainda conseguiu tornar o resultado mais escandaloso. Carlitos, ao querer cortar um lance, acaba por assistir Diogo Almeida, avançado visitante, que, depois de ter iniciado o lance, finalizou para o fundo da baliza do guarda-redes seu homónimo.

Golos da partida (não está disponível o golo de Jota, que abriu o marcador pelo Beira-Mar).

Facebook Campeonato das Oportunidades.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.