Formação para profissionais e amadores das artes performativas

559
Grau Zero da Companhia.
Dreamweb 728×90 – Video I

Um programa de formação para profissionais e amadores das artes performativas decorre no primeiro trimestre de 2020 no Cineteatro António Lamoso, na Feira, contemplando temáticas diversas, como Técnicas de Dança Contemporânea, Composição e Criação em Dança e Dramaturgia e Coreografia.
 
Inspirado na obra seminal de Roland Barthes, o projeto Grau Zero da Companhia arranca a 25 de janeiro. Susana Otero explora no laboratório ‘Técnicas de Dança Contemporânea’ capacidades do corpo através de jogos capazes de criar e gerar movimento, utilizando exercícios que estão na base das várias técnicas da dança contemporânea.

A 29 de fevereiro, há ‘Composição e Criação em Dança’, com Joclécio Azevedo, um workshop de introdução ao processo coreográfico em que os participantes são incentivados a usar o corpo como ferramenta e suporte para expor e combinar materiais gerados a partir de práticas colaborativas.

Ainda, a 28 de março, ‘Dramaturgia e Coreografia’, por Rogério Nuno Costa, um laboratório que questiona e experimenta a tensão entre duas ideias dramatúrgicas: uma escrita para dança e uma escrita enquanto dança, trabalhando a dança que se vê e a dança que se executa. Através da manipulação lúdica de elementos coreográficos, explora-se exercícios de escrita criativa, performativa e ensaística que co-existem com a dança, sem se sobreporem ou confundirem com ela.

A participação nos laboratórios, que decorrem no Cineteatro António Lamoso, em Santa Maria da Feira, é gratuita mas sujeita a inscrição através do e-mail bcnproducao@gmail.com. O público-alvo são profissionais e amadores do espetáculo e outras artes, estudantes de artes, coletividades, associações ou grupos.

Publicidade, Serviços & Donativos