Feira: Fundação Calouste Gulbenkian apoia ‘LaB InDança’

725
LaB InDança, Feira.
Dreamweb 728×90 – Video I

A Fundação Calouste Gulbenkian vai apoiar com cerca de 44.600 euros o Projeto ‘LaB InDança’ dinamizado pela autarquia de Santa Maria da Feira no âmbito da sua iniciativa ‘PARTIS III – Práticas Artísticas para a Inclusão Social’.

Um reconhecimento das “qualidades artísticas, culturais e sociais” do ensino da dança a pessoas com deficiência ou algum tipo de incapacidade.

O protocolo para a concessão de subsídio será assinado a 24 de junho, às 11:30, nas instalações do Imaginarius Centro de Criação.

O projeto ‘Lab InDança’ remonta ao final de 2015. Com direção artística da coreógrafa Clara Andermatt e apoio de aulas de dança semanais pela professora Susana de Figueiredo, “proporciona a toda a população, com especial enfoque às pessoas com deficiência e incapacidade, experiências formativas e performativas na área da dança.”

Em 2018, o município feirense submeteu a iniciativa uma candidatura à iniciativa PARTIS III – Práticas Artísticas para a Inclusão Social da Fundação Calouste Gulbenkian, que seria aprovada, “dando assim continuidade a este projeto de reconhecida qualidade que recorre à criação artística, através da dança, para ultrapassar barreiras sociais dos preconceitos em relação à deficiência e desenvolve atividades de experimentação e aprendizagem, reflexão, sensibilização e produção de conhecimento.”

O projeto ‘Lab in Dança’ conta com a parceria da Provedoria Municipal para a Mobilidade, da CERCIFEIRA, da CERCILAMAS, da Associação de Amigos por uma Comunidade Inclusiva em Sanguedo AMICIS) e da Casa Ozanam.

Está prevista a duração de três anos e um financiamento global de 74.404,48 euros, sendo que 44.642 euros serão financiados pela Fundação Calouste Gulbenkian e 29.762,48 euros suportados pelo município de Santa Maria da Feira.

Publicidade, Serviços & Donativos