Feira: Autarquia antecipa apoios ao movimento cultural

876
Banda Sinfónica de Jovens de Santa Maria da Feira.

A Câmara da Feira vai antecipar a atribuição de verbas de apoio ao setor cultural, disponibilizando nesse sentido uma quantia de 250 mil euros, atendendo à “crise” que está a ser “particularmente sentida” localmente nestas associações.

Por isso, explica um comunicado, foi decidido a antecipação da abertura das candidaturas ao Programa de Apoio à Cultura (PAC).

No total das três medidas, ao longo deste ano de 2021 serão disponibilizados, através de concurso, 250 mil euros. Numa primeira fase, o investimento municipal fixa-se nos 180 mil euros.

A Câmara garante que está a fazer “um claro e contínuo esforço para minimizar os impactos negativos num dos setores mais fustigado pela pandemia”, como sucede com a cultura , e, ao mesmo tempo, “incentivar os agentes culturais locais a criar, tendo no horizonte a retoma”.

Medidas de apoio

» À Medida 1 – Criação Local podem candidatar-se pessoas coletivas sem fins lucrativos, como associações ou cooperativas (subprograma 1.1), e pessoas singulares, nomeadamente os artistas independentes (subprograma 1.2). A autarquia incentiva as associações culturais e recreativas e também os artistas independentes à criação e produção de projetos que possam integrar a programação cultural do Município no primeiro trimestre de 2022. O apoio previsto para os projetos apresentados quer por pessoas coletivas, quer por pessoas singulares, totaliza 80 mil euros.

»A Medida 2 – subprograma 2.2 refere-se às Parcerias de Programação e é dirigida a todas as associações culturais e recreativas do território de Santa Maria da Feira. O apoio total de 40 mil euros será canalizado para projetos de formação, nomeadamente o ensino não oficial da música, a aprendizagem de instrumentos tradicionais, o teatro, as artes de rua, o circo contemporâneo, e, noutro âmbito, as recriações históricas. Para esta medida foram canalizados, no total, 60 mil euros.

Publicidade, Serviços & Donativos