Estarreja: Novo serviço de recolha de resíduos ainda tem de melhorar

1035
'Moloks' para recolha de resíduos, Estarreja.

O PS dá nota negativo ao trabalho da empresa concessionária da recolha e transporte de resíduos urbanos. A Câmara garante que está a fazer esforços para a correção do problemas.

A 22 de julho de 2021, o executivo aprovou por unanimidade a adjudicação Luságua da prestação de serviços por cinco anos por 385 mil euros.

Na última reunião do executivo, a oposição ‘rosa’ exigiu medidas para garantir melhorias do serviço. Marisa Macedo, vereadora do PS, lembrou que o preço contratualizado foi o dobro do pago até então, devido a prever avanços tecnológicos, nomeadamente “investimento em novos contentores mais modernos e eficazes”.

No entanto, um ano depois, segundo a eleita socialista a promessa da eficácia está por cumprir: os contentores novos “são em tudo iguais”, estão “a abarrotar” por todo o concelho e os moloks cheiram mal.

Marisa Macedo admitiu que há responsabilidades por parte de cidadãos que não separaram os lixos ou deixam junto ao contentores, mas defendeu que “cabe à Câmara exigir o que tem direito”, nomeadamente “aumentar consideravelmente os moloks para dar respostas às necessidades”.

Na resposta, a vereadora Paula Almeida, que tem o pelouro do ambiente, começou por lembrar que o contrato entrou em vigor a 1 de abril de 2022, prevendo “obrigações com implementação faseada”.

A “concretização tem sido permanentemente acompanhada pelos serviços da autarquia”, garantiu, assumindo que o serviço “mantém algumas falhas, mas têm sido feitos esforços para a sua correção”.

Lamentou, por último, que o equipamento de deposição de resíduos “infelizmente” não seja utilizado “corretamente” pelos cidadãos, sendo que a deposição seletiva também “continua a não ter a adesão pretendia”.

Ainda assim, Paula Almeida assegurou que a autarquia mantém “esforços para inverter esta tendência, envolvendo também as juntas pela proximidade às populações”.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.