Estarreja: É tempo de ser diferente!

1797
Centro de Estarreja.
Dreamweb 728×90 – Video I

A respeito de questões autárquicas impactantes, vou fazer duas citações atuais de representantes nacionais do PSD, a última feita na Assembleia da República.

Vladimiro Silva *

1ª “Um verdadeiro Presidente da Câmara assume responsabilidades políticas e responsabilidades administrativas e não banaliza erros”;

2ª Um Presidente de Câmara não é um verbo de encher, não é nenhum fantoche. Tem de conhecer tudo e é por tudo responsável, tendo de ser escrutinado até ao limite das consequências”;

Esta é a doutrina habitual do PSD e constata-se não ser aplicada em Estarreja.

Não vale a pena iludirmos os problemas judiciais que afetam a Câmara.

Sei, como todos sabem, que impendem algumas acusações judiciais sobre o Eng Adolfo Vidal. Podem ser justas ou não o serem: o tribunal apreciará e decidirá. Até lá, para mim, o Eng Adolfo Vidal é inocente e assim o considerarei.

Porém, percebe-se que está em causa o bom nome de Estarreja e da sua gestão autárquica, definida pela juíza de instrução como ilegal e torpedeando o direito administrativo.

A propósito, escreveu o Sr Presidente da Câmara, que o processo judicial é injusto e infundado e tem muito para andar, resolver e esclarecer, contrariando o Ministério Público, a Polícia Judiciária e a Juíza de Instrução.

Disse ainda o Sr Presidente que confiou, confia e continuará a confiar no trabalho do Eng Adolfo Vidal “até quando for necessário”.

Até quando for necessário? Que jogo é este? Afinal o Sr Presidente assume coresponsabilidades ou condiciona-as? Os senhores vereadores foram bem mais solidários.

A postura do Sr Presidente parece desnorteada e o modo como definiu, na reunião de Câmara, os seus adversários do PS, reforça a impressão.

O Sr Presidente definiu o PS local, de que assumo fazer parte, por inteiro, como medíocre, mesquinho e com falta de carater. Fiquei espantado.

Ando na política há cerca de 50 anos e nunca fui destratado tão ostensivamente, fosse por quem fosse, apesar de não esquecer os tempos do Dr José Eduardo Matos.

Estar na política é honra e tem de ser ato honrado por todos.

Sei que a aproximação das eleições traz confusão, às vezes pânico e notória falta de visão a muito boa gente.

Há que ter calma, bom senso e guardar-se respeito. Se os estarrejenses considerarem que estão bem governados, certamente votarão no Dr Sabina.

Se acharem que pode haver outra – e eventualmente melhor – vida e representação, é de esperar que votem no PS e suas equipas, determinadas, sérias e conhecedoras.

Considero profundamente lamentável a forma como o Dr Sabina termina a sua presença na presidência da Câmara.

* Deputado municipal do PS de Estarreja, candidato à presidência da mesa da Assembleia Municipal.

Artigo relacionado

Imputações do processo ‘Ajuste secreto’ usadas pelo PS para atacar maioria PSD-CDS em Estarreja

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.