Estarreja / Casa da Cultura: Mapear as relações entre o arquivo e a produção artística

358

“Guardar como…”, conjunto de duas palavras que se tornaram comuns no mundo ocidental devido à evolução tecnológica. Dispositivos tecnológicos que nos permitem armazenar dados quase de forma infinita. Deste modo, conseguimos expor, documentar e arquivar dados, quer de interesse pessoal, quer do interesse comum.

Este é o mote para a exposição coletiva “Save as…” que está patente ao público na Casa Municipal da Cultura até dia 31 de janeiro.

Mais informações no site da Câmara de Estarreja ou em vídeo do Facebook.

Publicidade, Serviços & Donativos