Estarreja: Autarquia prepara intervenção para “reordenar” zona central e poente da cidade

1071
Avenida Visconde de Salreu, Estarreja.
Dreamweb 728×90 – Video I

A Câmara de Estarreja está “a ultimar” um estudo para executar uma “intervenção” na zona central e poente da cidade.

Segundo informação transmitida em reunião de executivo pelo vice-presidente, João Alegria (PSD-CDS), a proposta será submetida a discussão pública.

O assunto motivou um pedido de esclarecimentos por parte do PS em reunião camarária.

Rui Silva, um dos eleitos socialistas, adiantou que o partido tem sido abordado por comerciantes e moradores do cidade que questionam sobre a requalificação do centro urbano.

O vereador do PS lamentou que a Câmara ainda não tenha partilhado no seio do executivo informação sobre “o que se pretende fazer, o objetivo e justificação da intervenção”.

Os socialistas alertaram para a necessidade do estudo perceber, por exemplo, a pouca utilização do estacionamento na traseiras dos Paços de Concelho ou correções necessárias na localização de caixotes de lixo para acompanhar o crescimento de novas zonas de habitação.

De acordo com a maioria PSD-CDS, o estudo pretende “concretizar os objetivos de reordenar o território, a promoção da mobilidade sustentável” e de outras situações.

Está prevista uma “intervenção na zona central e poente da cidade, com a construção da nova variante a poente, paralela à linha do caminho de ferro, ligando às ruas Dionísio de Moura e José Justiniano, “para que o trânsito deixe de passar pelo centro”.

A Câmara deseja, igualmente, intervir na Avenida Visconde de Salreu e a abertura da nova Rua Manuel Figueiredo, “reabrindo novas frentes e espaço de estacionamento”.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.