Esclarecimento da ARSC sobre a Santa Casa da Misericórdia de Ovar

1150
ARSC, sede (Coimbra).

Relativamente à notícia com declarações do Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Ovar sobre a atuação da Saúde na realização dos testes covid-19, a Administração Regional de Saúde de Coimbra vem fazer o seguinte esclarecimento.

A realização dos testes covid 19 no lar da Santa Casa da Misericórdia (SCM) de Ovar iniciou-se a 28 de março, tendo sido testados, até ao momento, todos os utentes e funcionários. O processo envolveu o Agrupamento de Centros de Saúde do Baixo Vouga, com uma equipa móvel de colheitas, e a colaboração do Hospital Francisco Zagalo.

No decurso do processo de colheitas, foram sempre seguidos, rigorosamente, os critérios de teste da Direcção Geral de Saúde. Relativamente à Santa Casa da Misericórdia de Ovar e Casa de S. Thomé, foram realizados um total de 332 testes laboratoriais para SARS CoV-2, (respetivamente 276 e 56) em amostras do trato respiratório superior, colhidas por zaragatoa.

A comunicação de resultados foi feita, na maioria dos testes, nas 72h após a realização da colheita.

A ARSC sublinha que as equipas envolvidas do ACES Baixo Vouga e do Hospital Francisco Zagalo sempre demonstraram proximidade com as instituições, constante comunicação e vontade de diligenciar e resolver todos os resultados em falta.

Artigo relacionado

Covid-19: Misericórdia de Ovar regista 12 mortes e diz que sistema de testes é “uma confusão total”

Publicidade, Serviços & Donativos