EPA assinalou dia do combate pela erradicação da pobreza

599
Imagem divulgada pela Escola Profissional de Aveiro.
Comercio 780

No passado mês de outubro, mês em que se assinalou o dia do combate pela erradicação da pobreza (17 de outubro), a Escola Profissional de Aveiro desenvolveu uma ação de rua, em Aveiro, como forma alertar e sensibilizar para a temática da pobreza e da pessoa em situação de sem-abrigo.

Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o jornal online NotíciasdeAveiro.pt gratuito.

A ação desenvolvida com a equipa (turma) 4DC, do Curso Profissional Técnico de Animador Sociocultural, sob orientação da Coach (Professora) Andrea Cordeiro, para assinalar o Dia da Erradicação da Pobreza, enquadra-se no módulo “Sociedade Contemporânea” na disciplina de Sociologia e visou caracterizar alguns grupos sociais vulneráveis em espaço urbano, em específico, a Pessoa em condição de Sem-Abrigo. A abordagem ao fenómeno da pobreza, da exclusão social e dos sem-abrigo é complexa e requer uma diversidade de perspetivas de análise. Em contexto de aprendizagem, a trajetória de trabalho centrou-se na conceptualização deste fenómeno social e o papel do Animador Sociocultural enquanto agente social de intervenção na comunidade.

Deste modo, praticamos uma Sociologia de Intervenção defendida, por exemplo, por Rémi Hess (1982) e que desejamos partilhar com os juniores (alunos) como sendo o alicerce do trabalho comunitário – a necessidade do “investigador” participar do seu objeto de estudo com o intuito explícito de melhorar o quadro social desenvolvendo uma ética da liberdade e da solidariedade. Esta atividade permitiu, ainda, selecionar informação relevante sobre a comunidade e este fenómeno social específico dando relevo à fase de observação e diagnóstico de um qualquer projeto de desenvolvimento comunitário. Com base no preconizado por Ander-Egg (1980), estes juniores e futuros técnicos de Animação Sociocultural procederam a uma investigação preliminar, isto é, uma aproximação exploratória de uma problemática da comunidade, envolvendo-se na identificação das necessidades vividas e sentidas.

“Subjacente à proposta de atividade implementada, esteve a intenção de promover o exercício de uma cidadania orientada para os direitos humanos tais como os valores da igualdade, da democracia e da justiça social mas, também, o espírito crítico, a solidariedade, o voluntariado. Defini para esta iniciativa, e como prioridade de trabalho, o desenvolvimento pessoal e social dos juniores transversal à formação do seu caráter, do seu espírito de liderança e da sua educação democrática.

Esta ação serviu esse mesmo propósito e, numa perspetiva de educação intercultural, permitiu aprender a conhecer o Eu (porque trabalharam competências de autoconhecimento), aprenderam a conhecer o Outro, aprenderam a comunicar, geriram situações de diversidade, avaliaram valores e padrões, foram autónomos, agiram em equipa e promoveram a solidariedade.

Saliente-se, ainda, o facto desta ação fazer parte do plano de ação da REEI que a EPA integra sendo a a sua avaliação bastante satisfatória pelo feedback alcançado.” (Andrea Cordeiro, Coach EPA)

No âmbito da atividade proposta pela coach Andrea Cordeiro na disciplina de sociologia, a equipa 4DC foi desafiada a realizar uma ação de sensibilização na comunidade em Aveiro sobre pobreza e a condição dos sem-abrigo.

Escola Profissional de Aveiro

Publicidade e serviços

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais no jornal online NotíciasdeAveiro.pt, assim como requisitar outros serviços. Consultar informação para incluir publicidade online.