Envolver jovens é um ponto chave do ClairCity

1370
“ClairCity – A Minha Cidade, A Minha Escola, A Minha Casa”.

Os jovens estudantes encararam a responsabilidade de aplicar a aprendizagem obtida na escola em prol do seu município, da sua escola e em sua casa através da utilização de uma ferramenta interativa que recolheu dados ambientais e de saúde sobre a cidade e a escola.

Por Johnny Reis *

O ClairCity é um projeto de investigação financiado pelo programa Europeu Horizonte 2020 que trabalha diretamente com os cidadãos e com as autoridades locais em seis cidades e regiões europeias (Região de Aveiro, Amesterdão, Bristol, Região da Liguria, Ljubljana e Sosnowiec).

O ClairCity tem como objetivo o desenvolvimento de aplicações e ferramentas de apoio à decisão, tendo em vista a melhoria da qualidade do ar que respiramos, reduzindo o contributo de cada cidade para a Pegada de Carbono.

Envolver jovens é um ponto chave do ClairCity e nesse sentido as escolas dos municípios da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro e do município de Oliveira de Azeméis participaram numa competição denominada “ClairCity – A Minha Cidade, A Minha Escola, A Minha Casa” com o objetivo de sensibilizar os alunos para a promoção de uma cidade saudável, escola saudável e casa saudável.

Num total de 19 equipas, constituídas por 105 alunos e 10 professores, os jovens estudantes encararam a responsabilidade de aplicar a aprendizagem obtida na escola em prol do seu município, da sua escola e em sua casa através da utilização de uma ferramenta interativa que recolheu dados ambientais e de saúde sobre a cidade e a escola.

Os dados recolhidos foram inseridos num software que mostrou potenciais medidas rumo a uma cidade saudável com ar mais limpo em 2030 e 2050.

O projeto Claircity conta também com uma aplicação de gestão da qualidade do ar liderada pelo Cidadão (GreenAnt), completamente gratuita para telemóveis (Apple e Android), suportada por um sistema web, que permite ao utilizador tornar-se um “cidadão-cientista”, através da monitorização dos seus padrões de mobilidade e consequentes impactos na qualidade do ar, utilizando os dados de GPS enquanto percorre a cidade.

Outra das atividades do ClairCity contou com a participação dos 11 municípios da Região de Aveiro. Os municípios foram desafiados a identificar e divulgar as suas boas práticas ambientais relativas às temáticas da saúde, qualidade do ar e redução das emissões de carbono.

Estas boas práticas foram divulgadas numa mostra de posters na 3ª Conferência Anual do projeto ClairCity que teve lugar em Aveiro, em abril de 2019, e numa mostra de prismas no Dia da Região de Aveiro, enquadrado no Congresso da Região de Aveiro que teve lugar a 16 e 17 de outubro de 2019, no Parque de Exposições de Aveiro.

* Bolseiro de investigação, departamento de ambiente e ordenamento da Universidade de Aveiro.

Publicidade, Serviços & Donativos