Em S. João da Madeira os biorresíduos são um recurso

764
Bioresíduos (Imagem do município de S. João da Madeira).
Dreamweb 728×90 – Video I

A recolha de resíduos porta-a-porta no concelho, sistema lançado em 2019, abrange também os chamados biorresíduos (por exemplo, sobras alimentares e de jardim).

Realizada com o apoio financeiro da União Europeia através do programa Portugal 2020/POSEUR, a implementação da recolha de biorresíduos permite diminuir o desperdício desses restos, evitando o seu envio para aterro, já que passam a ser encaminhados para valorização, o que possibilita, nomeadamente, o seu aproveitamento para a criação de composto para plantas.

A recolha desta fileira de resíduos – a realizar pela empresa SUMA, concessionária do serviço no município de S. João da Madeira – constitui uma importante medida, pois contribui para que o concelho continue a melhorar o seu desempenho ambiental.

Às famílias que já aderiram a esta recolha de biorresíduos porta-a-porta, o município entregou um contentor específico e transmitiu as indicações necessárias sobre o funcionamento deste processo, que se distingue pela sua simplicidade e pelo que representa no sentido do reforço de S. João da Madeira como uma cidade cada vez mais verde e ambientalmente sustentável.

Saiba mais em www.cm-sjm.pt

Câmara de São João da Madeira

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.