É urgente a adopção de medidas efectivas de apoio à agricultura familiar

556
Protesto de agricultores, Aveiro.
Banner Ol. do Bairro – cultura – 728X90

Tendo em conta a actual situação Epidémica e os problemas inerentes causados, nomeadamente no sector da pequena e media agricultura, já de si fragilizado, a UABDA (União de Agricultores e Baldios do Distrito de Aveiro) vem desta forma, alertar para a necessidade do apoio urgente aos agricultores no escoamento dos seus produtos, e da redução dos custos aos factores de produção, nomeadamente dos Cereais, Leite e Carne.

É igualmente urgente, medidas de apoio efectivas e desburocratizadas relativamente aos prejuízos causados pela praga de javalis e da queda de granizo que afectou, em particular, a produção de mirtilo no distrito de Aveiro onde a maioria das produções assentam na agricultura familiar em Zonas desfavorecidas, que geralmente são esquecidas.

Por isso apelamos, desde já, à concretização do estatuto da agricultura familiar, à imediata redução das taxas aplicadas nos mercados locais, essenciais para a dinamização económica do sector, reforçando a ligação, Produtor – consumidor, reposição da “electricidade Verde”, linhas de crédito bonificado e reduções fiscais e contributivas.

Num pais que depende perigosamente da importação de alimentos, consequência das insistentes imposições da PAC, Politica Agrícola Comum, é agora mais evidente que medidas tem que ser tomadas visando uma estratégia para o futuro que garanta a nossa soberania alimentar e que alavanque a produção nacional potenciando uma economia circular no sector.

União de Agricultores e Baldios do Distrito de Aveiro

Publicidade, Serviços & Donativos